Edição anterior (1220):
quarta-feira, 14 de março de 2018
Ed. 1220:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1220): quarta-feira, 14 de março de 2018

Ed.1220:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Assistência Social segue atendendo famílias afetadas pelas chuvas

Entre as doações, estão itens de roupa de cama, água e cestas básicas

A Secretaria de Assistência Social segue atendendo as famílias afetadas pelas chuvas que atingiram a cidade no início deste mês. Equipes da Secretaria distribuíram nesta segunda-feira (12), no distrito da Posse, itens de roupa de cama, água e cesta básica. Desde o início do mês, a Secretaria de Assistência Social fez o cadastramento de 73 famílias que ficaram desalojadas na cidade. O maior número foi na Posse, onde 40 famílias estão cadastradas na Assistência.

A prefeitura mantém o Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do distrito aberto para atendimento destas famílias. No CRAS foram realizados o cadastro dos moradores que tiveram as casas atingidas e providências emergenciais com fornecimento de mantimentos. Por orientação da Secretaria de Assistência Social, as famílias foram deslocadas para casas de parentes ou amigos.

“As equipes estão de prontidão diariamente e vamos manter a assistência nessas regiões. Agimos emergencialmente no dia seguinte às chuvas já cadastrando as famílias e levando cestas básicas e água para as famílias. Geralmente, a Secretaria de Assistência é acionada pela Defesa Civil após o registro das ocorrências. Mas, nesta situação de desastres, todos trabalhamos junto para atender rapidamente a nossa população”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

 A secretária de Assistência Social, Denise Quintella, reforça que todos os itens doados pela Secretaria fazem parte de um estoque prévio, adquiridos pela prefeitura para distribuição para as famílias, e fazem parte do Plano de Contingência do município no caso de desastres naturais.

“A Secretaria de Assistência Social, através do CRAS da Posse, pode indicar as famílias que estão precisando de doações às entidades, como é o caso da Cruz Vermelha, que está promovendo uma campanha junto à população”, informa Denise Quintella.

Assistência foi, também, para famílias que não precisaram sair de casa

Além das famílias que precisaram sair de casa por conta da chuva deste mês, a Secretaria de Assistência Social prestou atendimento, também, às pessoas que tiveram outras perdas materiais, mas puderam retornar aos imóveis. Em Corrêas, 55 famílias tiveram as casas inundadas e foram atendidas com doações.

“É um trabalho que estamos fazendo desde o início dos registros das ocorrências e que ainda estamos consolidando baseado nas intervenções da Defesa Civil. Recebemos as famílias nos Centros de Referência e nossas equipes percorreram também os locais afetados. Muitas famílias puderam retornar para as suas casas, mas tiveram que conviver com perdas materiais importantes. Então, estivemos perto destas pessoas, dando o apoio que elas precisavam. Foram cestas básicas, colchões, roupa de cama, água mineral, entre outras necessidades. Colaboramos também com a Igreja Católica, na doação de alimentos para a preparação de um almoço para a comunidade”, disse a secretária Denise Quintella.

Além de Corrêas, outras 13 famílias do bairro Caxambu também receberam este apoio, com a doação de mantimentos.



Edição anterior (1220):
quarta-feira, 14 de março de 2018
Ed. 1220:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1220): quarta-feira, 14 de março de 2018

Ed.1220:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior