Edição anterior (1404):
sexta-feira, 14 de setembro de 2018
Ed. 1404:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1404): sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Ed.1404:

Compartilhe:

Voltar:


  Esporte

Fase final dos JEUPs reune 200 alunos no handebol 

Partidas estão sendo realizadas no Centro de Iniciação ao Esporte no Caxambu

Modalidade será disputada até a próxima segunda-feira

Cerca de 200 alunos estão participando dos jogos de handebol na fase final dos Jogos Estudantis Unificados de Petrópolis (JEUPs). Serão disputadas 33 partidas desta sexta até segunda-feira (17.09) no Centro de Iniciação ao Esporte (CIE) de Petrópolis, que fica no bairro Caxambu. Nesta etapa, oito equipes estão classificadas em cada categoria e disputam o título, tanto no masculino quanto no feminino. Após o encerramento da modalidade, começam os jogos de futsal no dia 18 de setembro.

 

Na sexta, acontecem os jogos do sub-15 e 18 masculino e do 18 feminino. No dia seguinte, será a vez dos meninos no sub-13 e o encerramento do handebol acontece na segunda, com as meninas, no 13. Os resultados e as tabelas com os jogos de todas as modalidades disputadas estão disponíveis no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

Desde o ano passado, a prefeitura investe no crescimento dos jogos estudantis, abrindo mais espaços para que outros alunos participem das atividades. São 44 escolas inscritas no JEUPs, três a mais que em 2017, quando 41 disputaram os jogos. Em 2016, havia sido apenas 19 inscritos na competição. A principal novidade para 2018 foi o retorno do atletismo, modalidade que não era oferecida desde 2014.

"Os jogos estudantis são fundamentais na formação de novos atletas e na descoberta de novos talentos. Desde o ano, por recomendação do prefeito Bernardo Rossi, a gente investe para que mais alunos e escolas participem dos jogos, fomentando o esporte no município", explica Hingo Hammes, superintendente de Esportes e Lazer.

Ao todo são nove modalidades em disputa no JEUPs este ano, sendo quatro coletivas: futebol de campo, futsal, basquete e vôlei; e quatro individuais: tênis de mesa, xadrez, judô e atletismo. A comissão organizadora, composta por professores das escolas participantes, está priorizando os jogos nos fins de semana, com o objetivo de garantir a presença dos pais nas partidas.

“Cada vez mais as escolas estão aderindo a nossa proposta de inserir os jovens nas mais diversas modalidades esportivas. Desde o ano passado a prefeitura faz questão de investir no esporte praticado dentro dos colégios. Esperamos que mais de dois mil alunos participem dos jogos este ano”, disse o superintendente.

 


Atletismo é destacado pelos professores das escolas

O retorno do atletismo na disputa do JEUPs foi bastante elogiado pelos professores das escolas que participaram. Cerca de 100 alunos participaram das provas de 100, 200 e 400 metros, além do salto em distância, em dois dias de competição na pista que fica no 32° Batalhão de Infantaria Leve/Batalhão Dom Pedro II, na Vila Militar. Bastante tradicional na cidade, o esporte não era oferecido na programação do JEUPs desde 2014, quando foi disputado no mesmo local.

Silmar Assumpção, professor de educação física do IPAC e treinador do atletismo nas categorias sub-13 e 15 da escola, comemorou o retorno da modalidade nos jogos estudantis. Para ele, o atletismo funciona como a base para outros esportes individuais e coletivos. A instituição realiza os treinamentos no ginásio da Casa de Portugal. “Também é uma forma de direcionar o aluno para uma outra modalidade. É de suma importância que o atletismo seja realizado no JEUPs, abrindo espaço para que mais jovens participem do evento, contribuindo no fomento ao esporte”, disse.

O atletismo é importante para os jovens que não têm oportunidades de jogar nos esportes coletivos. É o que garante Vinícius Simas, professor de educação física e treinador dos alunos do Centro Educacional de Itaipava (CEI). “É um esporte diferenciado, com características bastante específicas, que podem ser desenvolvidas individualmente. Mais alunos participam quando o atletismo é realizado. Além disso, é uma forma de fomentar a modalidade nas escolas, já que os alunos passam a conhecer e gostar do esporte”, comentou.

“Estamos trabalhando para oferecer mais tempo e espaços para a população praticar alguma atividade física, começando pelas crianças e adolescentes. Acreditamos no potencial dos nossos jovens e esperamos que mais escolas participem dos JEUPs no ano que vem”, completa Hingo.



Edição anterior (1404):
sexta-feira, 14 de setembro de 2018
Ed. 1404:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1404): sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Ed.1404:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior