Edição: quarta-feira, 11/07/2018
Compartilhe:

  Política

Hugo mobiliza parlamentares para votar liberação de verba para intervenção

 


 Coordenador da bancada do Rio de Janeiro na Congresso, o deputado federal Hugo Leal (PSD/RJ) está mobilizando os parlamentares fluminenses para pressionarem pela votação da Medida Provisória 825 que  abre crédito extraordinário no valor de 1,2 bilhão de reais, em favor da Presidência da República, para ações decorrentes da intervenção federal no Estado do Rio de Janeiro na área de segurança pública. "Essa verba é fundamental para que o gabinete de intervenção, comandado pelo general Braga Neto, possa colocar em prática ações de inteligência e também o planejamento estratégico desenvolvido para os próximos meses", afirmou Hugo Leal, que coordena também a Comissão Externa que acompanha a intervenção na segurança do Rio

O deputado do PSD lembrou que o crédito suplementar já foi aprovado pela Comissão Mista de Orçamento e está pronto para ser votado pela Câmara e, em seguida, pelo Senado. "A bancada do Rio está pedindo urgência na votação da MP para que ela seja votada antes do recesso parlamentar que começa na quinta.  Há urgência nas aquisições de meios como veículos blindados e não blindados, armamento, munição, equipamento individual, material de vigilância, de comando e controle, além da contratação de serviços como obras de infraestrutura e adequação, de transporte e de manutenção", argumentou Hugo Leal.

Em seu parecer, aprovado semana passada pela Comissão Mista de Orçamento, a senadora Rose de Freitas (PODE/ES) lembra que a "sociedade reclama pela atuação imediata, eficiente e tempestiva do Estado" e "aprovar esta Medida Provisória é o mínimo que podemos fazer", mesmo lembrando que "não é esse crédito que vai resolver o problema da violência". A senadora destaca no parecer a emergência da situação. "O crédito coloca-se como uma necessidade emergencial, a fim de amenizar o caos efetivo que vive o Rio de Janeiro".

O deputado Hugo Leal elogiou o parecer. "A situação é exatamente. Foi necessária a intervenção para a retomada da disciplina e do comando e a verdadeira integração das forças de segurança. Agora é preciso garantir os meios, os recursos, para que o gabinete da intervenção possa colocar efetivamente em prática o planejamento realizado com a intensificação do policiamento e atividades de inteligência, com foco no combate à entrada de armas e drogas, de insumos para o crime organizado e no combate à violência contra as mulheres", destacou o coordenador da bancada do Rio de Janeiro na Câmara e da Comissão Externa que acompanha a intervenção na segurança do Rio.

Por Assessoria Rio 



Compartilhe:


Casando com Estilo



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior