Edição: terça-feira, 13/02/2018
Compartilhe:

  Cidade

Plano Verão segue depois de janeiro com 180% mais chuvas do que em 2017

 

O Plano Verão 2018 da prefeitura está mantido neste Carnaval e segue até meados de abril quando se encerra o período de chuvas fortes na cidade.  O mês de janeiro deste ano, com índice pluviométrico 180% maior em algumas regiões da cidade em relação ao mesmo período de janeiro de 2017, mostrou que a prevenção é garantia de segurança.

O trabalho de antecipação da prefeitura foi apresentado em novembro do ano passado e conta com mais de 250 pessoas preparadas para atuar durante o período de fortes chuvas no município. Prevenção é a prioridade do governo municipal desde 2017, quando foram realizados treinamentos, simulados e a preparação das equipes. O plantão permanente reúne Defesa Civil, secretarias municipais e órgãos como as polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros. 

“A resposta integrada é uma marca do nosso governo, graças à elaboração dos planos Inverno e Verão do município no ano passado. A resposta rápida e eficaz é fundamental em todos os casos, para possibilitar a volta da normalidade para a população no menor tempo possível", afirmou o prefeito Bernardo Rossi.

Com 234 áreas de risco alto ou muito alto – equivalente a 18% do município - e um déficit habitacional de 12 mil casas, a prefeitura segue trabalhando com foco na prevenção aos desastres naturais. Além disso, a prefeitura segue com as ações de prevenção dentro dos programas Rio Limpo, que organizada a limpeza de bueiros e bocas de lobo; e o SOS Chuvas, em parceria com quatro universidades que disponibilizaram 50 estagiários que atuam em prevenção junto à Defesa Civil. 

O secretário de Defesa Civil, coronel Paulo Renato Vaz, destacou o trabalho em conjunto realizado pelos órgãos até o momento. Além dos diversos setores da prefeitura, participam do plano representantes da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Exército, Aeronáutica, Rede Operações de Emergência de Radioamadores (ROER), Águas do Imperador, Cruz Vermelha, grupos de escoteiros, trilheiros e clubes Rotary.

“O trabalho antecipado é organizado por diversas mãos e o resultado disso vem sendo bastante positivo para a cidade. Todos os órgãos sabem a sua função e atendem o quanto antes os casos registrados na cidade. Dessa maneira, seguimos com o objetivo de transformar Petrópolis em um município resiliente modelo para o país”, disse Paulo Renato.

A Defesa Civil mantém o reforço na escala com todos os 55 agentes de plantão 24h e pede atenção aos moradores que vivem em áreas de risco para os alertas que podem ser acionados. O órgão segue monitorando os índices de chuva e os possíveis riscos para a população 24 horas por dia. A previsão até o final do verão, no dia 20 de março, é de que os índices de chuvas se mantenham altos.

"Existe uma grande preocupação justamente pelos índices acumulados neste mês.  É fundamental que a população que vive em uma área de risco tenha atenção redobrada, já que existe a previsão que a chuva continue até o final do verão", pede o secretário de Defesa Civil, reforçando que os moradores devem ligar para o 199 e informar caso tenham alguma ocorrência.



Compartilhe:



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior