Edição anterior (1338):
terça-feira, 10 de julho de 2018
Ed. 1338:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1338): terça-feira, 10 de julho de 2018

Ed.1338:

Compartilhe:

Voltar:


  Saúde animal

Prefeitura inicia castração gratuita de animais em Corrêas

Até sexta-feira (13), mil cães e gatos serão esterilizados no espaço montado no CIEP Cecília Meirelles

 

A prefeitura retomou, nesta segunda-feira (09), o serviço de castração gratuita no município. Até a próxima sexta-feira (13), mil cães e gatos do bairro de Corrêas serão esterilizados na ação que está sendo feita em um espaço montado em anexo ao Ciep Cecília Meirelles. O serviço de castração gratuita foi interrompido em 2016 e retornará por meio de parceria com a Clínica Veterinária Ricardo.

“Estamos recuperando o projeto e voltando a cuidar da questão dos animais de maneira responsável e transparente em nosso município. É um programa importante, que foi interrompido na gestão passada e que vamos retomar. A iniciativa é importante para ajudar a controlar e reduzir a população de animais abandonados nas ruas”, destaca o prefeito Bernardo Rossi. 

Estão sendo atendidas as famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família (PBF) da localidade do Castelo São Manoel e Jardim Salvador. A Coordenadoria de Vigilância Ambiental abriu, nesta segunda-feira (09.07), cadastro também para moradores do Bairro da Glória. A medida foi adotada para cobrir as vagas geradas por desistências.

“Não medimos esforços para retornar este serviço, essencial para o controle da população de animais domésticos. A castração previne a ninhada indesejada e o consequente abandono de filhotes. Esta primeira ação está sendo em uma região muito populosa e vamos garantir o atendimento, beneficiando centenas de famílias que não têm condições de arcar com os custos do procedimento em uma clínica particular”, diz o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

As cirurgias estão sendo realizadas em dois turnos. Ao chegar, o dono preenche a ficha e o animal é encaminhado para a Triagem, onde o médico veterinário analisa as condições e verifica se está apto para passar pelo procedimento cirúrgico. Após a cirurgia, o cão ou gato passa pelo processo de microchipagem e cada ficha é entregue ao dono junto com medicamentos que vão auxiliar na recuperação do animal.

“Enquanto aguardam pela liberação, os proprietários passam por orientações sobre os principais cuidados para garantir um pós-cirúrgico seguro. Cada animal reage de uma forma. Então, é necessário ter atenção nestes primeiros momentos após o procedimento e garantir que o animal fique em ambiente tranquilo e confortável para permitir uma boa recuperação. Optar pela esterilização do animal é uma demonstração de responsabilidade e respeito à vida dele”, frisa a coordenadora de Vigilância Ambiental, Maria Beatriz Pellegrini.

A dona de casa Maria Aparecida de Rezende, de 61 anos, levou a cadela Lili para castrar. Para a moradora do Castelo São Manoel, o povo deve estar consciente sobre a importância da castração e deve permitir que este procedimento seja feito no seu animalzinho. Para a dona de casa, a ideia também é prevenir complicações.

“Minha Lili teve filhotes no ano passado e percebi que ela passou muito mal depois. Sofreu muito. Quero prevenir para que isso não volte a acontecer. Acho importante também pela conscientização. Muita gente tem seu bichinho em casa, mas não tem tempo para cuidar e, quando tem filhotes, acaba se tornando um problema ainda maior”, disse dona Maria Aparecida.



Edição anterior (1338):
terça-feira, 10 de julho de 2018
Ed. 1338:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1338): terça-feira, 10 de julho de 2018

Ed.1338:

Compartilhe:

Voltar:

Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior