Fique em dia
sexta-feira, 21/04/2017
Voltar

200 faixas de pedestres foram pintadas nas ruas de Petrópolis

Já são quase 200 as faixas de pedestres pintadas nas ruas de Petrópolis desde janeiro. Para o serviço foram utilizados 4.800 litros de tinta nas cores branca e amarela. Além das faixas de pedestres, foram pintadas também 12 quilômetros de linha contínua, 60 quebra-molas e 644,4 metros de marca de canalização. Trinte e sete novas placas também foram instaladas no período. As intervenções já contemplaram áreas do Centro e do distrito.

A intervenção mais recente foi realizada na madrugada desta quarta-feira (19.04), na Rua 13 de Maio, durante a madrugada. A maioria das pinturas são feitas nestes horários para não atrapalhar o trânsito e facilitar a aderência da tinta no solo. A colocação das placas de sinalização também é feita à noite e de madrugada, cerca de 40 foram instaladas.

“A revitalização da sinalização é de extrema importância para o município. Quando assumimos encontramos faixas de pedestres completamente apagadas, sinalização feita a grosso modo sem levar em conta as normas do Código de Trânsito Brasileiro, dentre uma série de irregularidades. O maior absurdo foi encontrar áreas próximas às escolas, hospitais e postos de saúde sem qualquer sinalização. Vamos continuar nosso trabalho para contemplar todo o município”, salienta o diretor-presidente da CPTrans, Maurinho Branco.

As ruas que receberam especial atenção foram a Washington Luiz e Barão do Rio Branco. Além delas, o segundo e o terceiro distrito também foram contemplados com pinturas. Para os próximos dias estão previstos, caso não chova, intervenção no Itamarati, Estrada José Carneiro Dias e Praça Pasteur.

“Essas ações são importantes neste primeiro momento pois encontramos pontos críticos na cidade, mas nosso objetivo é manter esse serviço constante, ou seja, realizar a manutenção das áreas para que não cheguem ao ponto que chegou. É essencial termos cuidado com a sinalização e, nos casos que forem necessários, fazer mudanças que podem beneficiar a população”, avalia Maurinho.



Voltar


Casando com Estilo



Topo