Edição anterior (1309):
segunda-feira, 11 de junho de 2018
Ed. 1309:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1309): segunda-feira, 11 de junho de 2018

Ed.1309:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidadania

4,5 mil famílias recebem apoio direto da prefeitura

Assistidos são parte dos 21 mil grupos familiares cadastrados no CadÚnico

     

 

       Já alcança o número de 4,5 mil as famílias de baixa renda que estão sendo atendidas em programas sociais da prefeitura como o Cartão Imperial e o Aluguel Social. Considerando anda programas federais como Bolsa Família, o número de núcleos familiares atendidos é de 21.550.

Para o prefeito Bernardo Rossi importante consolidar os programas e o acompanhamento permanente para beneficiar realmente quem precisa. “Falta de condições atingem uma parcela considerável da população de nossa cidade e mais do que oferecer um apoio financeiro a atuação tem sido no sentido de as famílias poderem avançar em estudo e formação profissional”, aponta.

Petrópolis trabalha alinhado com os dados e ações do Cadastro Único (CadÚnico), que reúne informações socioeconômicas das famílias brasileiras de baixa renda e é a porta de entrada para diversos programas sociais do governo, como o Bolsa Família, por exemplo.

A cidade oferece o Cartão Imperial a 4,5 mil famílias. O valor é de R$ 70 e deve ser usado prioritariamente em alimentação. “Temos 15 mil famílias que vivem com menos de R$ 500 mensais. Então, o Cartão ajuda a manter a alimentação”, aponta Bernardo Rossi.

Das 21.550 famílias cadastradas no CadÚnico em Petrópolis, 9.583 são beneficiárias do Programa Bolsa Família. Cada grupo familiar recebe um valor médio de R$ 176,23. Já o município atende diretamente 4,5 mil pessoas,  Atualmente, 4.100 estão com cadastros ativos no Cartão Imperial recebendo R$ 70 mensais e 400 recebem o Aluguel Social, valor mensal de R$ 500, concedido a famílias desabrigadas das chuvas. A Secretaria de Assistência Social, com o Restaurante Popular, oferece, ainda, mais de 40 mil refeições por mês, entre café da manhã, almoço e lanche da tarde.

“Os dados do CadÚnico apontam que 15.743 famílias em Petrópolis têm renda per capita de até meio salário mínimo. São famílias beneficiadas com a Tarifa Social de Energia Elétrica, o Benefício de Prestação Continuada (BPC), entre outros. O Cadúnico é a porta de entrada para que a população receba algum benefício social do governo”, explica a secretária de Assistência Social, Denise Quintella.

O município se destaca com relação à atualização dos dados junto ao Ministério do Desenvolvimento (MDS). Segundo relatório do MDS, a Taxa de Atualização Cadastral (TAC) do município é de 77%, enquanto que a média nacional é de 73%. Isso significa que o cadastro de Petrópolis está “bem focalizado e atualizado”, ou seja, com a maior parte das famílias cadastrada pertencente ao público alvo.

“É muito importante perceber que estamos atendendo tantas famílias e nos destacando, inclusive, em relação aos critérios do CadÚnico em todo o Brasil. A Educação dos jovens atendidos, por exemplo. O município possui um acompanhamento da frequência escolar considerado “muito bom” pelo MDS. Mais de 11,7 mil crianças e jovens de 6 a 17 anos do Bolsa Família precisam ter a frequência escolar acompanhada no último bimestre. Dessas, foram acompanhadas 11,5 mil. Portanto, 98% das crianças e jovens de 6 a 17 anos do Bolsa Família tiveram a informação de frequência escolar registrada nesse período. A média nacional é de 91% de acompanhamento na educação”, completa a secretária de Assistência Social.

A dona de casa Catia Vidal, moradora do Valparaíso, é beneficiária do Bolsa Família e vai participar do Programa Criança Feliz, um dos programas do município para atender as famílias, buscando reduzir a evasão escolar. O Criança Feliz foi lançado no fim do mês passado. Catia acompanha as reuniões no CRAS e está otimista com o apoio recebido pela Assistência.

 

“Achei muito interessante a ideia e quero participar. Estou conhecendo o programa agora e acho que ele tem tudo para dar certo. Fiz questão de já garantir minha presença”, comentou Catia, mãe da pequena Heloísa, de um ano e cinco meses.

Moradores de oito locais devem se recadastrar no Cartão Imperial

A prefeitura está convocando os moradores do Alcobacinha, Bela Vista, Cascatinha, Humberto Rovigatti, Itamarati, Nova Cascatinha, Quissamã e Samambaia a realizarem o recadastramento do Cartão Imperial. A atualização começou na segunda-feira (04.06), no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) do Centro localizado na Rua Dr. Sá Earp, nº 39, de segunda-feira a sexta-feira, de 9 às 16h. Ao todo, 168 famílias precisarão atualizar os dados para manutenção do benefício.

Por ser regiões muito populosas, o processo foi dividido em ordem alfabética para realizar a atualização dos dados até o dia 28 deste mês. A meta da prefeitura é manter ativo o benefício dos que comprovarem a situação de vulnerabilidade social, de insegurança alimentar e/ou nutricional para manter o recebimento de R$ 70 mensais.

Como se recadastrar?

O recadastramento do Cartão  Imperial garante o recebimento do benefício aos atendidos que estejam dentro dos critérios do programa, ou seja, que comprovem situação de vulnerabilidade social e estejam devidamente cadastradas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). Caso a família não atualize os dados, o benefício é inicialmente bloqueado para que a pessoa entre em contato com a Secretaria de Assistência Social para regularizar o cadastro.

A Secretaria de Assistência Social disponibiliza uma equipe para convocar as famílias por telefone. Para fazer o recadastramento, o usuário deve levar documento de identificação, CPF, comprovante de residência, carteira de trabalho ou comprovante de renda, certidão de nascimento dos filhos menores, comprovante de escolaridade e carteira de vacinação dos menores de 10 anos. 

Pessoas com deficiência ou portadores de doença crônica devem apresentar laudo ou comprovante de acompanhamento médico. Em casos de dúvidas, os moradores podem entrar em contato pelos telefones (24) 2233-8109 e 2233-8110.

O recadastramento seguirá de acordo com o cronograma:

11/06 e 12/06 – Letras F, G e H

 

13/06 a 15/06 – Letras I, J, K e L

 

18/06 e 19/06 – Letra M

 

20/06 – Letras – N, O e P

 

21/06 e 22/06 – Letras Q e R

 

25/06 e 26/06 – Letra S

 

27/06 e 28/06 – Letras T, U, V, W, X, Y e Z



Edição anterior (1309):
segunda-feira, 11 de junho de 2018
Ed. 1309:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1309): segunda-feira, 11 de junho de 2018

Ed.1309:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior