Edição anterior (1368):
quinta-feira, 09 de agosto de 2018
Ed. 1368:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1368): quinta-feira, 09 de agosto de 2018

Ed.1368:

Compartilhe:

Voltar:


  Economia

Abastecer com etanol é mais vantajoso em 7 de 18 postos em Petrópolis

Pesquisa da Agência Nacional do Petróleo revelou que houve redução no valor do álcool combustível

Philippe Fernandes

A manutenção do preço da gasolina, pela terceira semana seguida; somada a uma tímida redução no valor do etanol já está fazendo com que o álcool combustível seja mais vantajoso em algumas unidades de abastecimento de Petrópolis. Abastecer com o etanol sai mais em conta em pelo menos sete unidades, de um total de 18 pesquisadas em dez bairros.

Por conta do consumo dos dois combustíveis, o preço do álcool tem que corresponder a 70% ou menor em relação à gasolina, para compensar. No último levantamento, feito no dia 30, a melhor proporção aconteceu no Borracheiro e Posto de Abastecimento, em Itaipava: o preço da gasolina era de R$ 5,15 na data do levantamento; e o do etanol, R$ 3,45 (66%). Em outras três unidades, o preço do etanol foi 67% do que é cobrado pelo litro da gasolina: os dois postos União de Corrêas e o Auto Posto Bonsucesso, de Itaipava. Nos três, o valor da gasolina é de R$ 5,19; e o do etanol, de R$ 3,49.

Há, ainda, outros três postos onde a proporção é benéfica para o cliente: Pio Monte, do Quissamã (onde a gasolina custa R$ 4,89 e o etanol R$ 3,39, 69%); e o Mercalub, da Posse (a gasolina custa R$ 4,99; e o álcool, R$ 3,49, resultando na mesma proporção). No Auto Posto Cidade das Hortênsias, a proporção chega ao limite de 70%: a gasolina custa R$ 4,92; e o álcool, R$ 3,49.

Em outras quatro unidades, a proporção chega perto de ser vantajosa, ficando em 71%: Auto Posto Ônix 1243, do Quitandinha; Alcatraz, de Itaipava; Maria Cumprida, de Araras; e Nino's, do Centro.

Gasolina varia 8%; e álcool, 17%

A última pesquisa mostrou uma diminuição do valor cobrado pelo litro da gasolina em algumas unidades de abastecimento, principalmente as que não têm bandeira. O combustível, que na pesquisa anterior não era encontrado por menos de R$ 4,99, agora chega a custar R$ 4,87 (no Posto Regente, da Coronel Veiga); R$ 4,89 (no Pio Monte, do Quissamã) e R$ 4,92 (no Cidade das Hortências).

O maior valor registrado foi de R$ 5,29, em três postos: Maria Cumprida, de Araras; Nino's e Preditiva, também no Centro.

No caso do etanol, a variação é bem maior. O combustível pode ser encontrado por uma margem que vai de R$ 3,39 a R$ 3,99 nos postos da cidade. O menor valor foi registrado no Auto Posto Pio Monte, do Quissamã - R$ 3,39. O mais alto, de R$ 3,99, foi encontrado no Preditiva.

Em média, a gasolina custa R$ 5,10 (mesmo índice dos dois levantamentos anteriores); e o etanol, R$ 3,66.

Estado tem 2ª gasolina mais cara do país

O levantamento da ANP revela, ainda, que o preço médio da gasolina do Rio é o segundo maior em todo o Brasil. O estado perde apenas para o Acre, que tem a maior média do país: R$ 5,03. Em terras fluminenses, o combustível é cobrado por R$ 4,89, em média. O terceiro maior preço é o de Minas Gerais, com R$ 4,76. O menor valor do Brasil é o do Amapá: em média, o combustível é cobrado por R$ 3,96. O segundo mais barato é o de Santa Catarina, com média de R$ 4,14; e o terceiro, Roraima, com R$ 4,21.

Quando o recorte é feito pelo Estado do Rio, a pesquisa aponta, ainda, que Petrópolis tem um dos cinco maiores preços da gasolina no Brasil. A cidade "perde" apenas para Angra dos Reis (média de R$ 5,24), Cabo Frio e Valença (em ambos, R$ 5,19) e São Francisco do Itabapoana, com preço médio de R$ 5,12. Os mais baratos são os de Teresópolis (R$ 4,73), São João do Meriti (R$ 4,75), Itaboraí (R$ 4,79), Belford Roxo e Nova Iguaçu (ambos com R$ 4,82).

 


Edição anterior (1368):
quinta-feira, 09 de agosto de 2018
Ed. 1368:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1368): quinta-feira, 09 de agosto de 2018

Ed.1368:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior