Edição anterior (1424):
quinta-feira, 04 de outubro de 2018
Ed. 1424:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1424): quinta-feira, 04 de outubro de 2018

Ed.1424:

Compartilhe:

Voltar:


  Ambiente

Alunos da rede municipal plantam mudas de árvores e participam de aula ao ar livre sobre preservação ambiental

O objetivo do trabalho é conscientizar as crianças e os adolescentes sobre a importância de preservar o meio ambiente

 

Alunos do 5º ano do ensino fundamental I da Escola Municipal Augusto Pugnaloni plantaram 50 mudas no Parque Municipal, em Itaipava, nesta quarta-feira (03.10). Os jovens também aprenderam sobre a importância da preservação ambiental com uma aula ao ar livre, realizada pelos técnicos da prefeitura. A ação teve como objetivo destacar a importância das árvores para o ecossistema, além de explicar como elas podem diminuir os impactos causados pelo homem na natureza. O trabalho foi realizado em conjunto pelas Secretarias de Meio Ambiente e de Educação, COMDEP e o Gabinete da Cidadania.

A ideia é cultivar nas crianças e nos adolescentes a cultura de preservar o meio ambiente, com ações orientadas nas escolas e nas comunidades. Por cerca de 15 minutos, os alunos ouviram atentamente sobre as diversas finalidades das árvores para a natureza, como no auxílio da purificação e na umidade do ar. O coordenador de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, Anderson Maverick, destacou a importância da ação na vida dos jovens.

"Essa é uma experiência única na vida dessas crianças, que criam laços com o meio ambiente através das mudas que elas mesmo plantam. A ideia é que possam retornar ao Parque Municipal, com seus pais e amigos, e acompanhar a evolução e o desenvolvimento dessas árvores", explicou Anderson, que detalhou para os estudantes a forma correta de plantar as árvores, com o auxílio das equipes da COMDEP.

Maria José da Costa, orientadora da EM Augusto Pugnaloni, disse que os pontos destacados na palestra auxiliam os alunos a cuidar melhor do meio ambiente, principalmente na região próxima da escola e em seus bairros. Além disso, os jovens funcionam como disseminadores de conhecimento.

“Tenho certeza que os alunos adoraram a novidade. É uma forma interativa e participava dos alunos aprenderem sobre os cuidados com o meio ambiente. Acredito também que eles funcionam como uma semente, que vai crescer e espalhar o conhecimento”, disse Maria José.

O trabalho faz parte do projeto Árvores da Minha Escola, criado neste ano pela Secretaria de Meio Ambiente, que já levou cerca de 800 alunos da rede municipal para o plantio de 1.500 árvores. As ações acontecem nas escolas que contam com pátio ou com espaços para receberam as mudas, além de espaços públicos, como o Parque Municipal ou o Parque Natural, na Av. Ipiranga.

“Petrópolis é um município que conta com diversos recursos naturais e precisamos trabalhar para que eles sejam preservados. Ações como essa, que ensinam as crianças e o adolescentes, é a melhor maneira de garantirmos no futuro uma cidade com menos crimes ambientais”, afirma Renato Couto, secretário de Meio Ambiente, garantindo que o governo municipal trabalha para que as áreas verdes do município sejam preservadas.

Ainda este ano, a prefeitura vai colocar em prática o programa Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) do Ministério do Meio Ambiente. Estão sendo elaborados projetos para o uso consciente dos recursos naturais dos prédios administrados pelo governo municipal, além de ações para adequar o descarte dos resíduos gerados nestes locais. Petrópolis será a primeira cidade da Região Serrana do Estado a participar do projeto.

Também como parte das ações de preservação, o Meio Ambiente colocou até o momento 120 placas em diversas cachoeiras, trilhas ecológicas e áreas de preservação ambiental do município. Serão instaladas 400 em aproximadamente 3 meses nas regiões de maior risco de acidente na cidade. O trabalho está sendo realizado de forma estratégica para receber a alta temporada que começa em outubro.

“São dicas simples, como jogar lixo no lixo, mas que vai contribuir na limpeza e na preservação do bairro como um todo. A ideia é conscientizar, alertar e educar os moradores", disse o secretário de Meio Ambiente, Renato Couto, destacando que o trabalho antecipado nas trilhas e cachoeiras vai reduzir o número de acidentes e de ocorrências nestes locais.



Edição anterior (1424):
quinta-feira, 04 de outubro de 2018
Ed. 1424:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1424): quinta-feira, 04 de outubro de 2018

Ed.1424:

Compartilhe:

Voltar:

Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior