Edição: sexta-feira, 09/02/2018
Compartilhe:

  Política

Câmara aprova projeto para pessoas com necessidades especiais e idosos

Projeto aprovado em primeira instância não prevê exclusão de vagas demarcadas, mas possibilita a gratuidade nas demais localidades

 

Yuri Lima - especial para o Diário

 

Na tarde de ontem (8), a Câmara debateu um projeto do vereador Paulo Igor (MDB) que dispõe sobre a gratuidade de duas horas para idosos e pessoas com necessidades especiais em todos os estacionamentos rotativos da cidade. Em sua primeira instância o projeto foi aprovado por unanimidade pelos parlamentares presentes. A segunda discussão será na semana posterior ao Carnaval.

O debate iniciou a partir de um projeto do vereador Marcelo da Silveira (PSB) que dispunha do aumento de três horas para cinco em áreas demarcadas para pessoas com deficiência. Porém, após a informação de que o projeto de Paulo Igor atuaria no mesmo problema com outra abordagem, o vereador socialista decidiu unir a discussão ao projeto do presidente da Câmara.

- A demanda que chegou até este vereador é a mesma demanda que motivou o vereador Marcelo da Silveira a estender o horário nas vagas já demarcadas com essa finalidade. Nós encontramos caminhos diferentes para atender o mesmo objetivo – declarou o vereador Paulo Igor em sessão plenária.

O projeto apresentado pelo parlamentar medebista define que os portadores de deficiências físicas e idosos podem estacionar em todos os rotativos da cidade.

- O intuito do projeto é observar e fazer valer o direito dos deficientes e idosos que vivem na cidade. Fico imaginando uma pessoa com algum tipo de limitação motora ter que andar, mesmo que poucos metros, debaixo de chuva ou forte calor para chegar a uma consulta médica, por exemplo. Com direito a parar em qualquer vaga pública essa parcela da população poderá se locomover de maneira mais digna, respeitando o preceito da mobilidade – avalia o vereador Paulo Igor.

O projeto do parlamentar do MDB não considera a exclusão das áreas reservadas, porém, possibilita aos idosos e deficientes a gratuidade nas vagas não demarcadas. Além disto, o projeto define que a CPTrans ficará responsável pela fiscalização das vagas.

 


Compartilhe:



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior