Edição anterior (1429):
terça-feira, 09 de outubro de 2018
Ed. 1429:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1429): terça-feira, 09 de outubro de 2018

Ed.1429:

Compartilhe:

Voltar:


  Política

Câmara Federal e Alerj com grande renovação

PSL, de Jair Bolsonaro, terá maiores bancadas: 13 dos 70 deputados estaduais e 11 dos 46 no Congresso

Philippe Fernandes

A eleição legislativa deste ano foi marcada por uma grande renovação, tanto na Assembleia Legislativa quanto na Câmara Federal. Na Alerj, a mudança será radical: o MDB, que tinha 12 deputados, passa a ter cinco; e o PSL, de Jair Bolsonaro, passa a ser o maior partido da casa, com 13 parlamentares. Na Câmara Federal, o processo de renovação dos quadros foi o maior dos últimos 20 anos: 243 dos 513 parlamentares eleitos nunca haviam passado pelo Congresso Nacional.

Alerj

A composição de forças eleita em 2014 teve como grande destaque o PMDB, que elegeu 15 deputados estaduais. Outras grandes bancadas eleitas foram as do PSD, com 8; o PR, com 7; o PT, com 6; o PSOL, com 5; e o PP, com 4. A correlação de forças, no entanto, mudou com a composição partidária: atualmente, o MDB tem 12 deputados; o PDT, 7; o Democratas e o PP, 6; o PT e o PRB, 4; e o PSOL com 4.

As eleições de domingo alteraram radicalmente o quadro, com 28 dos 35 partidos representados. O PSL, que tinha dois deputados, fez 13 parlamentares, a maior bancada da Assembleia Legislativa. O DEM continuou com seis deputados. A bancada do MDB foi reduzida à metade, com apenas cinco deputados estaduais eleitos, mesmo número do PSOL. Cinco partidos fizeram três deputados: PDT, PT, PRB, PSD e SD. Outras sete legendas terão dois deputados: PP, PSDB, PSC, DC, PRP, PHS e Novo. Outros 12 partidos terão um deputado: PR, PSB, Podemos, PPS, PTB, PCdoB, Avante, PRTB, PTC, Patriota, PMB e Pros.

Câmara

Na Câmara Federal, esse processo aconteceu, mesmo com uma reforma política que, de acordo com analistas, foi planejada para garantir a reeleição dos atuais parlamentares. No Estado do Rio, nomes que figuravam entre os mais votados ou que eram bem cotados não conseguiram mais um mandato, como Cristiane Brasil (PTB), Leonardo Picciani (MDB), Marco Antonio Cabral (MDB), Júlio Lopes (PP), Simão Sessim (PP), Otávio Leite (PSDB) e Marcelo Crivella Filho (PRB).

A bancada eleita traz grandes transformações em relação ao que existe hoje. Na composição atual, as principais bancadas são a do PT tem 61 deputados, seguido por MDB (51), PP (50), PSDB (49), DEM (43), PR (40), PSD (37) e PSB (26). O PT continua com a maior bancada, mas reduziu para 56 deputados. O partido é seguido de perto pelo PSL de Bolsonaro, que elegeu 52 deputados. O PP tem 37 parlamentares; MDB e PSD, 34; o PR, 33; o PSB, 32; o PRB, 30; PSDB e DEM, 29; e o PDT, 28.

Na bancada fluminense, a predominância também é para o PSL, que fez 13 deputados federais - incluindo o petropolitano Daniel Silveira. O PSOL vem em seguida, com quatro parlamentares. O Democratas elegeu quatro deputados (incluindo o presidente da Câmara, Rodrigo Maia). O PSD fez três deputados (incluindo a reeleição de Hugo Leal), assim como o MDB. O PRB terá dois deputados federais, assim como o PR e o PDT. Avante, DC, PRP, Novo, PHS, Pros, PSC, SD, PPS, PT, PCdoB e PSB fizeram um deputado cada.

 Tabelas

 

Composição da nova Alerj

 

 

PSL

13

 

 

 

DEM

6

 

MDB, PSOL

5

 

PDT, PT, PRB, PSD, SD

3

 

PP, PSDB, PSC, DC, PRP, PHS, NOVO

2

 

PR, PSB, PODE, PPS, PTB, PCdoB, Avante, PRTB, PTC, Patri, PMB, Pros

1

 

 

 

Bancada fluminense na Câmara

PSL

13

PSOL

5

DEM

4

PSD, MDB

3

PRB, PR, PDT

2

Avante, DC, PRP, Novo, PHS, Pros, PSC, SD, PPS, PT, PCdoB, PSB

1



Edição anterior (1429):
terça-feira, 09 de outubro de 2018
Ed. 1429:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1429): terça-feira, 09 de outubro de 2018

Ed.1429:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior