Edição: domingo, 13/05/2018
Compartilhe:

  Turismo

Caminhos do Brejal: roteiro turístico que encanta os amantes do cenário rural

Região conta com 19 propriedades que podem ser visitadas, algumas, inclusive, contam com hospedagem e restaurante. São cerca de 300 produtores no Brejal

 

           Longe dos holofotes das luxuosas construções que fazem parte do patrimônio histórico cultural de Petrópolis, os cenários rurais da cidade são considerados tão exuberantes quanto pelos amantes da natureza, dos animais, além, claro, de uma boa comida caipira. No Brejal, distrito da Posse, as plantações, sítios, fazendas e produções locais começaram a fazer tanto sucesso que hoje estão entre os roteiros turísticos do município. Ao subir a região, quando os celulares começam a ficar incomunicáveis, é sinal de que o visitante pode deixar os problemas no asfalto e curtir o clima fresco das montanhas sem preocupações, em meio à mata e ao som dos animais. São 20 propriedades abertas à visitação que contam um pouco da história do lugar. Elas fazem parte do Circuito ecorural Caminhos do Brejal.

 

            É um paraíso rural a menos de uma hora do Centro Histórico, que, no ano passado, recebeu um grupo turístico por fim de semana e, em 2018, já dobrou a visitação se comparado ao mesmo período do ano anterior. Em junho, um grupo de 60 pessoas já está agendado para conhecer a região. O número é maior do que o movimento de um ano inteiro tempos atrás. A prefeitura vem apoiando o circuito com a divulgação do atrativo e também em melhorias estruturais, como nos caminhos de acesso às propriedades, e vem trabalhando para aumentar ainda mais o movimento na região, que conta com o maior polo de produção orgânica do estado do Rio de Janeiro. Quando o projeto começou, há 16 anos, apenas quatro propriedades faziam parte do circuito.

Atualmente, o forte são as hortaliças e o chuchu, mas, no total, os cerca de 300 produtores da região produzem os mais diversos produtos, como ervas, shitake, legumes, trutas, escargots e até chocolates e cachaça. As paisagens em meio ao verde e as atividades integradas à vida no campo, como cavalgadas e caminhadas ou almoço feito no fogão à lenha são atrativos à parte. Há opções, inclusive, para hospedagem dentro de propriedades rurais.

            “Petrópolis tem opções de turismo para um mês inteiro e atividades para todos os gostos. O Brejal é uma delas. O circuito faz parte dos atrativos que a cidade oferece para o turista. Mas é um local que agrada tanto quem vem de fora, quanto os próprios petropolitanos. Muitos vão ao local pela primeira vez e ficam encantados. É uma região que atrai também muitos veranistas e cariocas”, destaca o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

            Uma das primeiras paradas do circuito é a Fazenda Vira Mundo, que fica na localidade conhecida como Serrinha do Brejal. Lá, os visitantes conhecem um pouco do projeto educativo e as atividades realizadas no local, como oficinas, feiras, exposições, festivais, além do, recém inaugurado, “Entreposto”, que conta com uma lojinha dos produtores locais. Em março, o presidente da operadora de turismo Schultz, Aroldo Schultz, que realizou uma convenção da empresa na cidade, estava entre o grupo de turistas que fizeram o circuito e foram recebidos com um chá de capim limão direto do fogo à lenha. Morador de Portugal, ele ficou encantado com o cenário rústico e as diversas espécies de árvores.

            “Lá não costumo ver muitas árvores e passei a valorizar muito mais nossa natureza depois que fui morar em Portugal. Essa é uma região fantástica, que tem muito potencial para ser desenvolvida”, disse durante a visita.

 

Propriedades encantam pela diversidade

            Cada propriedade visitada tem uma característica diferente e é possível passar um dia inteiro visitando cada uma delas. Na Fazenda Pedras Altas, por exemplo, onde é possível parar para um almoço à moda antiga, feito no fogo à lenha, o ingrediente secreto é o amor pelos alimentos do dono do lugar, que é o cozinheiro responsável. Reinaldo Tenório recebe os visitantes com incríveis histórias e algumas das suas especialidades, um cozido, um caldinho de feijão, entre outras receitas.

            “Eu sempre visto a doma independente se vou cozinhar pra casa ou vou cozinhar no restaurante. É um respeito aos alimentos. Respeitando, não tem como a comida não sair boa”, brinca ele, que é responsável pela fazenda rural, que conta com quatro quartos para hospedagem, piscina de água natural, caminhadas, horta, entre outras atividades.

            Para quem gosta de ver as produções do início ao fim, pode dar um pulo no Armazém Sustentável, uma indústria artesanal de conservas e geléias elaboradas com ingredientes orgânicos, alguns da própria região. Os sócios da empresa também recebem o turista pessoalmente e contam um pouco da história do local e da produção.

            No caso das crianças, o encantamento fica por conta dos animais. No Haras Massangana, por exemplo, os imponentes cavalos são a atração principal, além do cenário encantador com a grama verde e um lago que completam o cenário rural.

            Mas a região ainda conta com diversas propriedades que podem ser visitadas, como a Provence Ervas Finas, que oferece hospedagem e restaurante na fazenda que produz as tradicionais ervas aromáticas, ervas frescas e desidratadas. Além do ateliê e oficina comunitária Arte em Comum; o Fungpetro, com produção de shitake; entre diversos outros.

O circuito

O Circuito Caminhos do Brejal pode ser feito em carro particular, vans, microônibus, com a contratação de condutores, ou com o Jeep Tour, no qual é possível ter um contato maior com a natureza, já que o carro é aberto.

O circuito é administrado pela Associação Sócio Educativa e de Turismo Eco-Rural do Caminhos do Brejal.

 

 



Compartilhe:



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior