Edição anterior (1431):
quinta-feira, 11 de outubro de 2018
Ed. 1431:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1431): quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Ed.1431:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Capacitação de professores para o ensino de alunos com deficiência visual 

Inscrições para o curso de capacitação esportiva estão abertas e são gratuitas

A iniciativa é uma parceria da prefeitura com a Urece Esporte e Cultura para Cegos e com a Brazil Foundation

Estão abertas as inscrições para professores de educação física interessados no ensino de alunos com deficiência visual. As vagas são gratuitas para o treinamento que será realizado no próximo dia 26 de outubro. Pela manhã, a parte teórica acontece na Casa da Educação Visconde de Mauá, de 9h até 12h. Após o almoço, o Centro de Iniciação ao Esporte, no Caxambu, recebe os profissionais para a aula prática, de 13h30 até às 17h. O curso é promovido pela Urece Esporte e Cultura para Cegos e pela Brazil Foundation em parceria com a prefeitura, através da Superintendência de Esportes e Lazer. Os interessados devem encaminhar um e-mail para: siesclevia@gmail.com e reservar seu lugar.

"A Educação Física é uma área muito abrangente, sendo assim, fundamental que os profissionais tenham conhecimento em todas das áreas de atuação. A prefeitura é parceria do Conselho Regional de Educação Física, que já trouxe cursos de atualização, capacitação e de introdução ao Crossfit para a cidade. A ideia é trazer o máximo de conhecimento para os professores”, explica o superintendente de Esportes e Lazer, Hingo Hammes, reforçando a importância do trabalho com os deficientes.  

“A prática esportiva é uma forma de melhorar a qualidade de vida das pessoas com deficiência. Através do esporte, eles podem demonstrar sua capacidade à sociedade, fortalecer sua autoestima, entre outros inúmeros benefícios, contribuindo com a inclusão social. É importante que os professores da nossa cidade estejam preparados para atuar também nessa área”, afirma Hingo.

A coordenadora de esportes para grupos especiais da prefeitura, Clévia Sies, explica que é fundamental que os profissionais entendam que pessoas com deficiência visual precisam ter uma atenção adequada na prática esportiva. A adaptação desses alunos é viável e vai ajudar no desenvolvimento do jovem. “É fundamental que a gente olhe para o ser humano que está ali e entenda as dificuldades dele. A Urece desenvolve um trabalho de excelência e todos os inscritos terão um treinamento bastante qualificado”, disse.

Desde o ano passado, a prefeitura mantém parcerias e trouxe cursos de capacitação para professores e estudantes de educação física nas mais diversas áreas de atuação.  Em 2017 foram realizados treinamentos para a atualização dos profissionais e o movimento Olimpíadas Especiais do Brasil ofereceu o treinamento para os interessados em trabalhar com pessoas com deficiência intelectual.

Neste ano, aconteceu o curso de Cross Training e o I Meeting Serrano de Futsal, como parte da programação da Taça Brasil sub-20. Mais cursos e atividades serão promovidos na cidade no ano que vem.

“O objetivo da prefeitura é proporcionar oportunidades para o contínuo desenvolvimento profissional da categoria. O trabalho de desenvolvimento e capacitação dos professores  de educação física é importante para o município como um todo, contribuindo para um melhor atendimento aos praticantes de atividades físicas”, completa o superintendente.

 



Edição anterior (1431):
quinta-feira, 11 de outubro de 2018
Ed. 1431:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1431): quinta-feira, 11 de outubro de 2018

Ed.1431:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior