sexta-feira, 19/05/2017
Voltar

?
 
Caso Fábio Jr.: Procon dá prazo para empresário apresentar solução para casos restantes
 
 

O Procon Petrópolis deu o prazo de 30 dias para que o empresário responsável pelo show do Fábio Jr apresente uma solução para 19 casos restantes, que chegaram ao órgão após a conciliação de 53 processos concluídos na última semana. A nova demanda surgiu depois da resolução dos casos anteriormente apresentados, durante denúncia coletiva em 18 de abril. A orientação do órgão de defesa do consumidor é para que a produtora também devolva os valores pagos pelos ingressos ao público.

As novas solicitações dos consumidores surgiram após o dia 28 de abril, data em que a Tempus Produção, por meio de seu representante, o empresário André Fiúza, informou ao órgão que devolveria o dinheiro referente aos processos recebidos. Desde então, outros consumidores foram até o Procon informando que também foram prejudicadas por conta de o show não ter acontecido e o valor pago não ter sido reembolsado.

“Ainda durante as duas semanas de conciliação com o empresário entregamos a nova demanda e demos o prazo de 10 dias para que nos fosse respondido o que seria possível fazer. Ainda dentro do prazo ele informou que precisava de mais tempo para apresentar uma solução às solicitações, uma vez que honrou os outros processos”, explicou o coordenador do órgão, Bernardo Sabrá.

Entenda o caso

As primeiras 53 denúncias, relativas a mais de 100 ingressos comprados para o show do cantor Fábio Jr foi realizada por um grupo de pessoas revoltadas com a falta de resposta da produtora para resolver a situação. O Procon imediatamente notificou a empresa para apresentar em até 10 dias a solução para o caso. Após esse período, a produtora informou ao órgão que iria ressarcir os consumidores.

À ocasião, André Fiúza, disse que todos os clientes que compraram o ingresso para o show serão ressarcidos. “Fizemos esse esforço para devolver o dinheiro dessas primeiras 53 pessoas, mas vamos precisar de mais tempo para levantar todo o recurso. Vamos pagar a cada pessoa que comprou o ingresso”, afirmou.
?


Voltar




Casando com Estilo




Topo