Edição anterior (1404):
sexta-feira, 14 de setembro de 2018
Ed. 1404:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1404): sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Ed.1404:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Centro Integrado de Operações de Petrópolis é modelo para Região Serrana

Bernardo Rossi apresentou o sistema de monitoramento da cidade para os prefeitos de Teresópolis e Nova Friburgo

 


 Com 56 câmeras distribuídas em 46 locais, capacidade de acompanhar imagens até 1 km de distância e sistema capaz de detectar a entrada de veículos roubados na cidade, o Centro Integrado de Operações de Petrópolis (Ciop) é modelo para cidades da Região Serrana que querem investir em tecnologia como aliado da segurança pública. Nesta quinta-feira (13.09), o prefeito Bernardo Rossi apresentou o sistema de monitoramento implantado no primeiro semestre para os prefeitos de Teresópolis, Vinicius Claussen, e de Nova Friburgo, Renato Bravo. Na visita, ambos destacaram a importância do trabalho desenvolvido por aqui e de atuar em conjunto para garantir a segurança da Região Serrana.

“É sempre bom receber prefeitos de outros municípios, isso mostra que estamos no caminho certo, mostra que, com toda dificuldade, nós estamos acertando. E esse é um tema muito importante no Rio de Janeiro. A central de monitoramento é uma forma inteligente de combate a violência. Quando nós temos Petrópolis monitorada e segura, quando temos a região preocupada com segurança e interessada no nosso monitoramento, a gente vê que a médio prazo nós vamos conseguir tornar não só Petrópolis mais segura, mas toda Região Serrana”, destacou o prefeito Bernardo Rossi.

O Ciop, operado pela Guarda Civil, está em funcionamento desde maio e já vem ajudando Polícia Militar e as delegacias na atuação de combate à criminalidade em Petrópolis. Desde então, já foram realizadas cinco prisões após assaltos a residência, roubo de carga, furto de loja e tráfico de drogas e recuperação de um veículo roubado de uma concessionária.

As câmeras também contribuem com o trabalho de outros órgãos, como a CPTrans e os Bombeiros. No período de funcionamento do sistema, foram 21 ocorrências de acidentes, colisões, atropelamentos, ônibus quebrado e abalroamento. Com isso, foi possível auxiliar tanto para indicar rotas alternativas e não causar grandes retenções como para o socorro de vítimas. A Defesa Civil é mais um beneficiado, com a possibilidade de monitorar locais onde, historicamente, ocorrem alagamentos, como a Cel. Veiga, o que vai permitir uma atuação mais rápida e precisa para minimizar os impactos de chuva.

Em Teresópolis, a prefeitura está implantando a primeira etapa de um sistema de monitoramento com equipamentos similares aos de Petrópolis – câmeras com um quilômetro de alcance, que filmam em 360º e em alta definição e conta com identificação de veículos roubados. O prefeito Vinicius Claussen acredita que o sucesso obtido pelo Ciop deixa a certeza de que o município está seguindo o mesmo bom caminho adotado por aqui.

“Petrópolis já conta com o sistema funcionando há mais tempo e já colhendo frutos, como mostram as estatísticas. E a gente espera que as três cidades trabalhem juntas também e mostrem para o estado do Rio e para o Brasil que a Serra carioca é uma bolha de segurança, que pode estar atraindo turista e que as pessoas da nossa região têm um ganho de vida e de bem-estar, com a sensação de segurança”, disse Claussen.

O prefeito de Nova Friburgo, Renato Bravo, elogiou a estrutura do sistema de monitoramento de Petrópolis e acredita que a integração entre as três cidades é um fator decisivo para dar mais segurança para toda a região.

“Nós temos já o monitoramento, “Cidade Inteligente”, em parceria com a Defesa Civil, Polícia Militar e Guarda Municipal, e nós avaliamos que é muito importante que a gente troque essas informações porque eu vi coisas aqui que eu vou levar para nossa cidade e provavelmente temos coisa lá que podemos trazer para aqui. Foi muito positivo esse contato para que a gente possa ter resultados positivos sempre visando a qualidade de vida da população”, afirmou Bravo.

A visita ao Ciop também foi acompanhada pelo vice-prefeito Baninho e pelo titular da pasta de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Djalma Januzzi – responsável pelo Ciop - pelos secretários de Desenvolvimento, Marcelo Fiorini; de Defesa Civil, Paulo Renato; de Cultura, Leonardo Randolfo e de Turismo, Marcelo Valente. Também estiveram presentes os vereadores Roni Medeiros, Luizinho Sorriso e Wanderley Taboada e o presidente da Águas do Imperador, Márcio Salles.



Edição anterior (1404):
sexta-feira, 14 de setembro de 2018
Ed. 1404:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1404): sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Ed.1404:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior