Edição: sexta-feira, 10/11/2017
Compartilhe:

  Colunistas
 

   

 

   

 

10  de novembro de 2017

  
ANIVERSARIANTES AMIRP  - Dia 10 -  Thereza Iamada Mantovani,  Maria Sirlei de Abreu dos Santos; dia 11 - Marly Barcellos Pires Ferreira, Theresinha Barragat Maniaudet, Lidice Quadrio Veiga; dia 12 - Abelardo Filgueiras de Mattos,  Rafael Luis Pio dos Santos, Moacyr Castro Miranda; dia 14 - Paulo Lucio da Cruz Loureiro,  Maria das Graças Edwards Scudeze, Sônia Maria Wilbert Hansel, Patrícia Armani Marchi; dia 15 - Aida Pugnaloni; dia 16 - Célia Regina Gomes.   A Coluna Vida Militar e a AMIRP parabenizam a todos desejando saúde e felicidades. (foto 2 - aniversariantes amirp)

          

                   

NOSSA GENTE AMIRP –  Marcia, Mauri, Altair e Denise durante encontrono Centro General Ernani Ayrosa. (foto  3 -  marcia, maury, altair e denise)

 

 
FORÇA AÉREA BRASILEIRA MARCA PRESENÇA NA 14ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA  - Entre os dias 23 e 29 de outubro, a Força Aérea Brasileira (FAB) esteve presente na 14ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, em Brasília. O evento, que ocorreu em todo o País, foi de responsabilidade do Ministério da Ciência, Tecnologia Inovações e Comunicações, por meio da Coordenação-Geral de Popularização e Divulgação da Ciência, da Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento.

Com o objetivo de aproximar a Ciência e a Tecnologia da sociedade por meio de atividades de divulgação científica que estimulassem a curiosidade, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia contou com a colaboração universidades e instituições de ensino e pesquisa, órgãos governamentais, empresas de base tecnológica, dentre outras entidades. O tema foi: “A Matemática está em tudo”. Quem visitou o estande da FAB no evento pode encontrar atrações como: giroscópio humano; impressora 3D; oficina torre de canudos; laboratório de óptica; laboratório de integração e ciência; software foguete virtual. Além de conhecerem alguns projetos da Força Aérea Brasileira, os visitantes também puderam interagir com militares do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), do Instituto de Estudos Avançados e do Instituto de Aeronáutica e Espaço, que são unidades de pesquisa e desenvolvimento de tecnologia da FAB. Na foto o giroscópio humano.

 Força Aérea Brasileira - foto  giroscópio

  
 

 


PRESIDENTE SANCIONA LEI QUE PERMITE À JUSTIÇA MILITAR JULGAR CRIMES CONTRA CIVIS COMETIDOS EM ATIVIDADES MILITARES (Agência Brasil, 16 de outubro de 2017) - O Presidente Michel Temer sancionou, com um veto, o projeto de lei aprovado pelo Congresso Nacional que transfere da Justiça Comum para a Militar o julgamento de crimes dolosos cometidos por militares das Forças Armadas contra civis durante operações militares específicas.

Pelo texto publicado na edição de 16 de outubro do Diário Oficial da União, passam a ser julgados na Justiça Militar casos em que os militares tenham cometido crimes dolosos contra a vida durante operações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), de operações de paz, no cumprimento de atribuições estabelecidas pelo presidente da República ou pelo ministro da Defesa, em ações que envolvam a segurança de instituição militar ou em missão de paz. O presidente Michel Temer vetou o artigo que estabelecia que a lei teria vigência até 31 de dezembro de 2016. A justificativa do veto argumenta que a matéria não deve ter caráter transitório, mas sim permanente. “O emprego recorrente das Forças Armadas como último recurso estatal em ações de segurança pública justifica a existência de uma norma permanente a regular a questão”, registra o texto. Ao ser aprovado no Congresso, o projeto gerou reações de apoio de militares e críticas de organizações da sociedade civil e do Ministério Público Federal. O Superior Tribunal Militar declarou que para exercer as atribuições com maior segurança, os militares devem ter a garantia de que serão julgados por juízes isentos, especialistas, que entendem e conhecem as nuances deste tipo de operação.

 

 

 

 

 
NAVIO DE ASSISTÊNCIA HOSPITALAR  “DOUTOR MONTENEGRO”  PARTICIPOU  DO “OUTUBRO ROSA” (Marinha do Brasil , 14 de outubro de 2017) - O Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Doutor Montenegro” desatracou  no dia 2 de outubro, na Estação Naval do Rio Negro, Manaus,AM, a fim de realizar a Operação de Assistência Hospitalar “Outubro Rosa” no  Polo Juruá “A”. Durante a missão, ocorreram atendimentos em onze localidades do Baixo Juruá.

 Além da assistência hospitalar  às comunidades ribeirinhas do Amazonas, a equipe de saúde do navio realizou assistência especializada à saúde da mulher com atendimento ginecológico, realização de mamografia, pré-natal, atendimento clínico, odontológico, atendimento de enfermagem, atenção farmacêutica e palestras voltadas às mulheres. A assistência hospitalar denominada “Outubro Rosa” faz alusão ao movimento mundial de combate ao câncer de mama, realizada em vários setores da sociedade, incluindo governo, escolas e universidades, empresas e organizações não governamentais. Na década de 1990, nasceu o primeiro movimento para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada anualmente, com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

 Rio Juruá

 

“Para falar ao vento bastam palavras. Para falar ao coração, é preciso obras.”  (Padre Antônio Vieira)



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior