Edição: sexta-feira, 10/11/2017
Compartilhe:

  Geral

Começaram as sondagem do solo no Contorno

Lívia Müller

 

Os primeiros testes de sondagem do solo começaram a ser feitos no início da tarde de ontem (9) no km 81 da BR-040, onde uma enorme cratera engoliu uma casa da localidade Estrada do Contorno. As amostras foram recolhidas serão e levadas para análise. Segundo a concessionária que administra a rodovia, a Concer, continuarão nos próximos dias. O laudo que avalia as condições do trecho fica ponto em cinco dias.

Cerca de 20 funcionários entre engenheiros, técnicos e operadores trabalharam no canteiro com máquinas de tecnosonda, britadeiras, e medidores. Segundo a concessionária os serviços realizados fazem parte das investigações técnicas iniciadas na última terça-feira e auxiliarão na composição dos laudos a respeito do incidente. As investigações prosseguem pelos próximos dias. A Concer não especificou qual tipo de trabalho está sendo realizado, onde as amostras coletadas do solo serão analisadas e quando o laudo da pesquisa ficará pronto.

Na manhã de ontem, uma equipe da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jaica) esteve no local. A visita a cidade já estava agendada com o diretor geral de obras de prevenção de desastres naturais. Eles vieram à cidade para fazer uma orientação técnica a pedido da Defesa Civil.

- Toda ajuda é bem-vinda. Mas para isso precisamos que a concessionária nos envie as plantas da obra da nova subida da serra para buscarmos mais informações. Ontem à tarde enviei o segundo ofício pedindo que liberem o material. É uma área federal não tínhamos nenhum tipo de documentação - declarou o secretário de defesa civil, Paulo Renato Vaz.

O diário questionou se as rachaduras na pista foram provenientes ao desastre. Em alguns pontos as fendas passam de 3 cm e são visíveis os vergalhões. "Não sabemos se foi causa do desastre ou se é o abando. Se passa um carro e fura o pneu é acidente certo”, comentou o secretário.

Os moradores que residem na mesma comunidade, porém do outro lado da pista, que não precisou ser evacuada, já sofrem com a falta d'água. A concessionária Águas do Imperador garante que a tubulação que passa pela rodovia não foi rompida e está intacta. Ainda assim, o abastecimento de água precisou ser interrompido por conta de novos deslizamentos atingirem a estrutura. O pedido foi feito pela Defesa Civil por meio de um ofício. Ainda ontem foi feito um breve re-ligamento para abastecer as moradias.

 

Túnel

Segundo a Defesa Civil a cratera fica exatamente nas mediações do túnel que faz parte das obras da Nova Subida da Serra (NSS).  As obras que tiveram início no ano de 2013 estão paralisadas desde julho de 2016, quando já deveria estar pronta para atender as Olimpíadas. A estrutura subterrânea foi anunciada pela Concer como um dos maiores túneis rodoviários do país.

A NSS foi dividida em cinco lotes, o túnel que contava com 5 mil metros de extensão, era o lote 3. Segundo vídeo postado pela concessionária, ele foi apontado como a solução de menor impacto ambiental para vencer o vão sobre a mata atlântica da região.

Moradores que se arriscaram a entrar no local confirmaram que o túnel está cheio de água. No entanto, no vídeo produzido pela concessionária consta que durante a execução toda água utilizada no processo de escavação da rocha ratada e devolvida a origem. O vídeo ainda diz que toda obra seria realizada dentro dos padrões internacionais de segurança.

A construção ainda previa um novo acesso a cidade. Para aliviar trânsito e reduzir deslocamentos a Concer e Agência Nacional dos Transportes (ANTT) realizam estudos para de ligação entre os bairros Bingen e Quitandinha.

 

Termo de compromisso é firmado e prevê indenizações

 

Um termo de compromisso foi firmado entre a Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, a Prefeitura de Petrópolis e a Concer definiu que a além do auxílio moradia no valor de R$1 mil mensais, cesta básica e kit de higiene a concessionária será responsável pelos custos de aluguel de um prédio adequado para o funcionamento da escola Municipal Eduardo Boff.

Concer e Prefeitura se comprometeram ainda em arcar com os custos de materiais escolares necessário para em condições similares à interditada. A concessionária  assegurou o  fornecimento de alimentação os 73 alunos matriculados na unidade.

Segundo a secretária de assistência social, Denise Quintela, apenas seis crianças da comunidade estudam no colégio.

Na tarde de ontem, a Secretaria de Educação colocou à disposição dos pais, duas unidades de ensino da rede municipal, localizadas do Duarte da Silveira: o CEI São João Batista, que poderá atender os alunos do 4º e 5º período da Educação Infantil e a Escola São João Batista, que pode atender os alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental.

A Secretaria de Educação informou que aguarda a disponibilidade do local para dar continuidade ao atendimento das crianças, porém, ressaltada que as unidades - CEI São João Batista e Escola São João Batista – tem todas as condições de absorver os alunos sem prejudicar o andamento do ano letivo.

- Como falta pouco tempo para terminar o ano letivo e a adaptação de um novo espaço pode demorar, a Secretaria de Educação colocou essas duas unidades de ensino à disposição dos pais. São locais que já estão preparados para atender esses alunos, com conforto e com a garantia de não perder aula por mais tempo. Mas respeitamos a decisão dos pais e a Secretaria de Educação está à disposição para tirar dúvidas e ajudar no que for necessário nessa adaptação” - explicou o secretário de Educação, Anderson Juliano.

?O termo de compromisso ainda diz que em caso de interdição ou destruição de residências a Concer terá de repor, os bens essenciais novos, roupas, utensílios, móveis e eletrodomésticos adequados às necessidades das famílias.

A cláusula sexta ainda dispõe que "os subscritores e demais interessados, com a efetiva participação da população afetada, comprometem-se a realizar reunião de conciliação, para fins de se determinar a indenização completa e devida, no prazo não superior a sete dias, a contar de eventual definição formal e incontroversa responsabilidade da Concer.  

Um canal foi aberto exclusivamente para atender e prestar informações entre as partes envolvidas pelo telefone (21)2676-1400. Mais informações também pelo email alcimar@concer.com.br.

 

Caravan pode ser resgatada

Os deslizamentos que voltaram a acontecer na tarde da última quarta-feira (8), provocaram a queda do portão da garagem de uma das casas. Com isso o carro está a beira do precipício.  “Um bem material não tem o valor de uma vida”, como disse o dono da Caravan, Aroldo Wayand, 66. No entanto, ele não vê a hora dela ser retirada da zona de perigo, como ele disse que a Concer prometeu.

Ao saber que o carro poderia cair na cratera, Aroldo se sentiu mal. "Não é um ser humano, mas que foi adquirido com muito esforço e suor do meu trabalho. Eu reformei e coloquei ela nova. É a minha paixão, tenho fé que vou conseguir dirigir ela de novo. Vou continuar pensando positivo - conta Aroldo.

Sobre o que teria causado a cratera, Aroldo ainda desabafou.

– Colocaram aparelhos nas casas para monitorar durante as escavações, assim como em toda região. A área era periciada, só que desde quando paralisaram os serviços não teve mais monitoramento. Se tivessem feito análises técnicas teriam evitado isso tudo. Fomos abandonados – lamentou Aroldo.



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior