Edição anterior (1278):
sexta-feira, 11 de maio de 2018
Ed. 1278:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1278): sexta-feira, 11 de maio de 2018

Ed.1278:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Defesa Civil faz entrega de rosas para mães de abrigos

Mais de 400 flores foram doadas para 14 lares de idosos do município

 

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias promoveu, nesta quinta-feira (10), a entrega de mais de 400 rosas para as mães e funcionárias das 14 casas de acolhimentos do município. Uma das instituições que receberam as equipes da Secretaria foi o Lar Manzini Andrade, que fica no Centro. As oito funcionárias da Secretaria que são mães fizeram a distribuição das flores.

“A gente percebe que a referência na família é a mãe. O vínculo é muito forte. Quero agradecer a oportunidade que todas estas pessoas estão nos dando de poder estar aqui, tendo esse contato, ouvindo suas histórias, dando e recebendo carinho. No ano passado, fizemos várias ações ligadas ao eixo humanitário, mas, sem dúvidas, este relacionado ao Dia das Mães é o mais representativo dada a emoção envolvida”, destacou o secretário de Defesa Civil, Coronel Paulo Renato Vaz, que agradeceu, também, aos floricultores e floristas que ajudaram doando as rosas.

Para a diretora do Lar Manzini, Catia Cilene Manzini, esta atenção, principalmente em um período próximo a uma data especial, tem uma importância muito grande. Segundo ela, estas rosas representam o amor, distribuído para cada uma das pessoas do espaço. 

“Esta presença e participação da Defesa Civil é sempre muito importante. Todo gesto de carinho e atenção é muito bem-vindo e poder contar com toda esta equipe aqui, conversando e entregando estas rosas, é um grande presente, não só para os acolhidos como também para nós, que ajudamos a cuidar do espaço”, disse Catia, que recebeu uma das flores das mãos do secretário de Defesa Civil.

A entrega das rosas faz parte do eixo humanitário do Plano Inverno 2018 de Petrópolis. Além dessa campanha, o eixo prevê, ainda, quatro outras: o recolhimento de agasalhos na Praça D. Pedro, a doação de sangue dos agentes no Dia Mundial do Doador, uma Festa Julina Solidária e o apoio à Secretaria de Assistência Social (SAS) no amparo aos moradores de rua. O trabalho solidário tem como prioridade atender aos mais necessitados através de campanhas de doação.

Para o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, o eixo humanitário é fundamental dentro do Plano Inverno de Petrópolis 2018. Para ele, o trabalho preventivo voltado para a estação mais fria do ano precisa ter como foco as pessoas. 

“O inverno em Petrópolis é bastante rigoroso e precisamos pensar em como podemos ajudar as pessoas que sofrem com o frio nesse período. Uma das vertentes mais importantes do órgão é a ajuda humanitária, com o apoio àqueles que mais precisam. O nosso objetivo é proteger e amparar a população petropolitana”, disse o secretário.



Edição anterior (1278):
sexta-feira, 11 de maio de 2018
Ed. 1278:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1278): sexta-feira, 11 de maio de 2018

Ed.1278:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior