Edição anterior (1277):
quinta-feira, 10 de maio de 2018
Ed. 1277:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1277): quinta-feira, 10 de maio de 2018

Ed.1277:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Defesa Civil, MPF e PM atuarão juntos para coibir soltura de balões

Cooperação faz parte das ações do Plano Inverno

 

Coibir a produção, comercialização e soltura de balões. É com este objetivo que a Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias, a Polícia Militar e o Ministério Público estão trabalhando juntos, como parte das ações do Plano Inverno 2018. Uma reunião, realizada nesta quarta-feira (09.05), na sede da Defesa Civil, traçou as primeiras estratégias para prevenção destes atos.

Para o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, o apoio da Policia Militar e do MPF será essencial na redução e combate aos incêndios florestais.

“Agindo de forma preventiva vamos conseguir diminuir os incêndios florestais durante o inverno. O apoio do setor de inteligência da Polícia, que vai investigar os grupos de baloeiros, e do MPF vai ser fundamental. A reunião de esforços, pensando no bem da cidade, mostra que Petrópolis tem a capacidade de ser resiliente”, destacou o coronel Paulo Renato.

Há investigações em andamento, tanto da polícia quanto do Ministério Público Federal e do Ministério Público Estadual, buscando identificar grupos de baloeiros. A preocupação da Defesa Civil é quanto ao grande potencial destrutivo dos balões, seja causando um incêndio florestal ou até mesmo um acidente aéreo.

Neste ano será realizado um calendário de ações em conjunto com órgãos ambientais nas áreas de maior índice de incêndios florestais do município, dentro do eixo operacional do Plano Inverno de Petrópolis 2018. O trabalho dos agentes vai contar com o apoio de dois drones que a prefeitura recebeu em janeiro do Ministério Público Estadual (MPE).

“Uma das novidades para esse ano será o calendário, com ações em conjunto com outros setores da prefeitura e órgãos ambientais nas áreas de maior índice de incêndios florestais. Vamos trabalhar de forma antecipada e organizada, buscando a redução do número de casos”, explica Paulo Renato.

Assim como no ano passado, acontecem reuniões setoriais entre os órgãos envolvidos para a elaboração de planos de contingência com ações de resposta para os incêndios florestais e estiagem. Também serão elaboradoras matrizes de atividades e responsabilidades.



Edição anterior (1277):
quinta-feira, 10 de maio de 2018
Ed. 1277:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1277): quinta-feira, 10 de maio de 2018

Ed.1277:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior