Edição: sábado, 10/03/2018
Compartilhe:

  Segurança

 Deputados debatem segurança do Rio com ministro

 

A Comissão Externa da Câmara sobre a intervenção federal no Rio (Cexinter) reuniu-se, nesta sexta (09) com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, para discutir as primeiras ações após a medida e também os planos do novo ministério para a área. "Estamos buscando construir uma agenda legislativa comum nas áreas penal e penitenciária. E discutimos a estruturação de um Sistema Único de Segurança Pública, com a participação inclusive dos municípios", afirmou o deputado federal Hugo Leal (PSB/RJ),  coordenador da Cexinter e também da bancada do Rio na Câmara.

Na próxima semana, os parlamentares devem se reunir com o interventor federal, general Braga Netto, comandante militar do Leste, para ter informações mais detalhadas sobre o planejamento das forças de segurança para o Rio de Janeiro. "Esse trabalho integrado dos entes federativos também é um tema comum ao interventor. Também discutimos com o ministro e vamos discutir também com o interventor a questão dos recursos orçamentários para as ações no Rio", acrescentou o deputado Hugo Leal, que teve breve encontro com o general para pedir a reunião com os mais de 40 deputados que compõem a Cexinter.

No encontro desta sexta, na Escola Superior de Guerra, no Rio, estiveram presentes - além do coordenador Hugo Leal e da deputada Laura Carneiro, relatora do colegiado - outros 13 deputados - entre eles,  Índio da Costa, Alessandro Molon, Marcelo Mattos, Wadih Damous, Felipe Bornier, Benedita da Silva, Marcelo Delaroli, Otávio Leite, Zé Augusto Nalin. "A intenção da comissão é acompanhar o trabalho, fazendo sugestões e participando ativamente na busca de soluções", afirmou Hugo Leal.

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, afirmou que não pode haver interferência política na administração das polícias do Rio de Janeiro. Ele disse hoje aos deputados federaisdo Rioque esse é um dos objetivos da intervenção federal na segurança do Estado, ao lado da valorização dos policiais, através de melhores equipamentos, condição de trabalho e treinamento, e do combate à corrupção. Jungmann disse ainda que, em um período aproximado de quatro meses, a população do Rio deve começar a sentir uma melhora da sensação de segurança nas ruas.



Compartilhe:


Casando com Estilo



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior