Edição anterior (1404):
sexta-feira, 14 de setembro de 2018
Ed. 1404:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1404): sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Ed.1404:

Compartilhe:

Voltar:


  Colunistas
Diário Automóveis
COLUNA

 

DRIVING ECO² AJUDA A REDUZIR EM ATÉ 20% O CONSUMO DE COMBUSTÍVEL

 
 

Calibrar os pneus, fazer o alinhamento e trocar periodicamente os filtros são alguns dos procedimentos básicos a que os motoristas devem estar atentos para economizar combustível. Mas e na postura ao dirigir, qual o melhor comportamento a adotar para poupar mais? Não é preciso ser um perito em mecânica para responder a pergunta. A tecnologia dos veículos já é capaz de fazer isso. É o caso do Driving Eco², presente nos carros da Renault, como o Kwid. O sistema detecta o modo de condução do motorista e fornece dicas facilmente aplicáveis que podem resultar em uma economia de combustível de até 20%.

“Dirigir acaba se tornando uma tarefa que as pessoas fazem no automático com o passar do tempo, o que dificulta que, por conta própria, o motorista identifique vícios de direção que resultem em um gasto maior de combustível. A tecnologia dos veículos Renault age nesse ponto, orientando, de forma prática, a adoção das melhores condutas ao volante. O usuário pode conferir os resultados ao final de cada trecho que fizer com o carro”, afirma Márcio Maia, engenheiro Renault e especialista em direção econômica. Muitas vezes, explica Maia, alguns mitos na direção são quebrados: exemplo, a crença de que andar com o carro em ponto morto ajude a economizar combustível.

Para auxiliar o motorista, todos os veículos Renault já oferecem informações instantâneas, com o Eco Advice, também conhecido como GSI – Gear Shift Indicator –, que indica ao motorista os melhores momentos para realizar a troca de marcha; e Eco Monitoring, ou Indicador de Estilo de Condução, faixa luminosa no painel, que, por meio de variações de cor, do vermelho ao verde, mostra a intensidade do consumo de combustível em tempo real. Esta funcionalidade está presente no Kwid e no Captur.

 

Além dessas ferramentas, todos os modelos Renault com Media NAV, a central multimídia com tela touchscreen de 7 polegadas, trazem o Driving Eco², que vai além e fornece um relatório detalhado da condução, uma pontuação para a qualidade da direção e dicas ao motorista. Para isso, utiliza informações em tempo real, extraídas de vários sensores como: posição do pedal de acelerador, velocidade, vácuo no coletor de admissão e marcha utilizada.
O sistema apresenta três ferramentas: Relatório de Viagem, Eco Scoring e Eco Coaching.

Conheça abaixo, em mais detalhes, cada uma delas.

Relatório de Viagem

Para monitorar seus deslocamentos, o motorista tem à disposição um relatório completo, que indica a distância total percorrida pelo veículo, o tempo de trajeto, o consumo de combustível total, a velocidade média no percurso e a distância sem consumo, que consiste na distância em que o veículo permaneceu em movimento, mas sem consumir combustível.
O sistema utiliza diversos sensores e centrais eletrônicas do veículo para obter e realizar todos os cálculos, de modo a fornecer ao condutor uma visão precisa e imediata sobre um determinado percurso, viagem ou ainda a performance de um tanque de combustível.
 
Eco Scoring

O Eco Scoring compara o estilo de condução do motorista a simulações computadorizadas pré-determinadas que buscam os pontos de melhor performance do motor no quesito consumo. São levados em conta o combustível utilizado, as variações de posição do pedal do acelerador, a maneira que o veículo ganha ou perde velocidade, a carga do motor aplicada a cada momento, além da interpretação das características do terreno, com base no torque do motor.
Por meio do Eco Scoring, o condutor recebe uma pontuação para o estilo de condução do motorista, nos parâmetros antecipação, troca de marcha e aceleração – cada um deles com grande impacto para a economia de combustível. Saiba mais:

·       Aceleração

Acelerar de forma suave evita que o motor trabalhe em regiões de alta carga e em rotações mais elevadas, em que se torna necessária a utilização de mais combustível para controle térmico, além de gerar mais perdas por atrito. Dessa forma, o motorista deve desenvolver uma aceleração progressiva, sem desperdiçar combustível.

·       Troca de Marcha

Nesta avaliação, o sistema se baseia nos indicadores do GSI, que é capaz de interpretar o estilo de condução do motorista – mais calma, mais esportiva –, adaptando a demanda de trocas de marchas à posição do acelerador, rotação do motor e terreno. Por isso é importante ficar atento aos indicadores, tanto para aumentar, quanto para reduzir marcha.

·       Antecipação

Evitar acelerações e frenagens bruscas, permanecendo em velocidades constantes, além de mais seguro, fornece ganhos importantes para o consumo. O quesito antecipação fornece orientações para que o motorista se antecipe a situações de trânsito, como quando um sinal fecha à sua frente. O correto é aliviar o pé do acelerador e deixar que o veículo utilize sua inércia até chegar ao sinal fechado, sempre com uma marcha engrenada. O sistema verifica a velocidade média e os picos de acelerações e frenagens para avaliar a direção do motorista e fornece dicas importantes para obter “Km sem consumo” e evitar o desperdício de combustível.
Para cada um dos parâmetros é gerada uma nota de 1 a 5 estrelas e, quanto maior a nota, mais econômico e ecológico está sendo o desempenho do motorista. A partir das três notas, o sistema fornece uma nota geral de 0 a 100 para a qualidade na direção econômica.

Eco Coaching 

Além da nota, ao final, por meio do Eco Coaching, o condutor recebe dicas personalizadas ao estilo de condução, também nos aspectos aceleração, troca de marcha e antecipação, como:

·       Aceleração – Tente acelerar suavemente; você economizará combustível e não perderá muito tempo.

·       Troca de Marchas – Na cidade, você pode usar a 5ª marcha assim que estiver em uma velocidade constante. Na rodovia, caso tenha a 6ª marcha, utilize a mesma a partir de 70km/h.

·       Antecipação – Use o freio-motor retirando o pé do acelerador. Você rodará gratuitamente visto que a injeção de combustível será cortada.

 O Eco Coaching também fornece dicas gerais, para o dia a dia, como:

·       Mesmo no inverno, não é necessário aquecer o motor. É menos poluente e mais econômico rodar com o carro assim que ligar o motor.

·       Não deixe objetos desnecessários no veículo; peso extra aumenta o consumo de combustível.

 
“O interesse do motorista em aprimorar sua condução constantemente, conciliado ao uso tecnologia que os veículos oferecem, forma uma ferramenta muito eficaz para conseguir os melhores resultados de consumo do veículo”, finaliza Maia.

 



Edição anterior (1404):
sexta-feira, 14 de setembro de 2018
Ed. 1404:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1404): sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Ed.1404:

Compartilhe:

Voltar:

Veja também:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior