Edição: quinta-feira, 11/01/2018
Compartilhe:

  Polícia

Disque-Denúncia divulga balanço anual de 2017

De janeiro a dezembro de 2017, o Disque-Denúncia registrou 97.338 denúncias através de seus canais de atendimento.

Durante o ano de 2017, o Disque-Denúncia recebeu 81.073 informações sobre diferentes tipos de crimes cometidos em todo o Estado do Rio de Janeiro. No ano de 2016, a Central havia registrado 71.288, ou seja, um aumento de quase 10 mil denúncias. 

Essas denúncias vieram através de Central de Atendimento 2253-1177, do Linha Verde 0300.253-1177, do WhatsApp do Portal dos Procurados 98849-6099 e do aplicativo “Disque Denúncia RJ”; lançado em agosto de 2016.

Em 2017, as informações repassadas pelo Disque-Denúncia à Polícia resultaram na apreensão de 145 armas -  entre fuzis, revólveres, pistolas, escopetas, espingardas, réplicas de revólver e granadas; 775 munições; 146 carregadores; 124 rádios transmissores, com 41 baterias; 141 telefones celulares; e 194 veículos recuperados - 119 carros, 33 motos, 22 caminhões e 20 autos/cargas.                                                                                                  

Ainda através dessas denúncias, recebidas no ano de 2017, foi possível realizar 399 prisões e 195 autuações. O montante em espécie, encontrado com os criminosos durante as operações policiais somaram R$ 24.681,00. Houve apreensão de chegues que, juntos, somaram R$1.500,00.

O combate ao crime, conhecido como “Jogos de Azar”, também nos trouxe resultados positivos. As operações policiais, munidas de informações repassadas por denunciantes, resultaram na apreensão de 1637 Máquinas de Caça-Níquel; 135 monitores; 834 cadeiras e 43 Televisores (diferentes polegadas).

As informações recebidas em nossa Central também ajudaram em diferentes operações sendo possível recuperar cargas roubadas. Entre elas: 77 aparelhos celulares, 127 caixas de cerveja (marca não informada), 150 ovos de páscoa da marca Garoto, 07 caixas de frango e 07 caixas de carne (marcas não informadas), 20 caixas de vinho, 60 caixas de material de limpeza, 01 equipamento completo de som avaliado em R$300 Mil, 01 carga completa de leite e 01 carga completa de laticínios. 

  

A apreensão de drogas também soma números importantes...

 

 

 Além destas drogas, a polícia também apreendeu:

Crack

5.735 pedras

35 papelotes

Cheirinho da Loló

281 frascos

6 litros

Skank

35 gramas

Haxixe

34 trouxinhas

255 gramas


A credibilidade da população junto ao projeto Linha Verde (projeto exclusivo para recebimento de denúncias sobre meio ambiente) também trouxe resultados significativos no ano de 2017.  Através das denúncias encaminhadas aos órgãos de proteção ambiental, foi possível apreender 46 balões e os seguintes materiais para sua confecção e soltura: 02 buchas, 02 bocas de balão, 01 maçarico e 02 cangalhas com fogos de artifício.

 

O Comando de Policiamento Ambiental também pode, através das denúncias que chegaram ao Linha Verde no decorrer de 2017, resgatar 265 pássaros silvestres, 30 canários da terra, 65 coleiros, 02 aves da espécie pichanchão, 54 tizius e 02 maritacas. As equipes também encontraram 23 áreas desmatadas, 09 construções irregulares, 14 extrações de solo e 10 extrações de árvores. Também tiveram 02 ocorrências de despejo de esgoto e 03 de poluição de águas.

 

No campo das ações de inteligência, o Disque Denúncia do RJ esteve presente de forma efetiva, acompanhando as autoridades em suas tomadas de decisões, durante as operações da Força de Segurança no Rio de Janeiro. As informações sobre esconderijo de armas, localização de bandidos, cargas roubadas, pontos de vendas de drogas e veículos roubados que chegavam aos canais de atendimento do Disque Denúncia, relativas às localidades onde as operações foram montadas, eram encaminhadas em tempo real à uma equipe do Disque Denúncia que estava presente no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC). Essas operações foram desenvolvidas no contexto do Plano Nacional de Segurança Pública e realizadas entre os meses de agosto e novembro no Complexo do Lins, nas Ruas de Niterói, na Zona Norte do Rio (comunidades do Jacarezinho, Alemão, Manguinhos, Mandela, Bandeira Dois, Parque Arará e Condomínio Morar Carioca), Morro dos Macacos, Complexo de São Carlos e Complexo do Salgueiro.  

 

O Disque-Denúncia, através dos serviços prestados à sociedade, em parceria com os órgãos de segurança pública do RJ, já ultrapassou a marca de 2.378.000 denúncias cadastradas. Destas, 13.401 foram recebidas através do nosso aplicativo "Disque Denúncia Rio" lançado no dia 1º de agosto de 2016. Desde a sua implantação, já foram feitos 18.897 downloadsdo app - dados atualizados até o mês de dezembro de 2017.

Nosso aplicativo é habilitado para todos os tipos de celulares - disponíveis para ser baixado nas lojas virtuais Google Play e APP Store - e permite que o denunciante anexe, junto à denúncia, fotos e vídeos.
 

O Disque-Denúncia solicita a população de todo o Estado que continue denunciando qualquer tipo de atividade criminosa através de seu APP de denúncias, onde é possível anexar fotos e vídeos, disponível nas lojas virtuais Google Play e Apple Store ou através dos telefones 2253 1177 (capital) e 0300 253 1177 (interior) no custo de uma ligação local e do WhatsApp dos Procurados 98849-6099. 

O anonimato é garantido ao denunciante.

Em nosso site: http://disquedenuncia. org.br/noticia.php?id=1186



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior