Edição: segunda-feira, 12/03/2018
Compartilhe:

  Chuvas

Duas pessoas morreram soterradas por uma barreira na Rua Ângelo João Brand, no Alto Independência

O caso aconteceu por volta das 9h50 da manhã deste domingo e o Corpo de Bombeiros localizou as vítimas, um homem e uma mulher, às 13h20. A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias registrou outras 39 ocorrências por conta da chuva da noite de sábado (10.03) e madrugada de domingo, sendo 28 deslizamentos de terra. O outro caso em que a residência foi atingida na Rua Boa Vista, na Posse, mas ninguém ficou ferido. A família foi orientada a ir para a casa de parentes. O restante dos deslizamentos foram de pequeno porte.

Na noite de sábado sirenes foram acionadas no  Independência, Quitandinha – Espírito Santo, Ceará e Amazonas,  Dr. Thouzet, , Alto da Serra, Vila Felipe e Sargento Boening. Os pontos de apoio destes bairros ficaram disponíveis para os moradores durante toda a madrugada. “É fundamental que as pessoas saiam de casa e busquem abrigo em local seguro quando as sirenes são acionadas”, pontua o secretário de Defesa Civil, Paulo Renato Vaz, destacando que elas são um instrumento importante para a prevenção.

Na noite de sábado, a Rua Coronel Veiga transbordou e equipes da Guarda Civil e da Defesa Civil monitoraram o trânsito no local. As ruas Mosela, Bingen e General Osório alagaram, assim como a Rua do Imperador, na altura do Cefet, no Centro. Na Estrada do Brejal, uma pedra deslizou, mas a via opera em meia pista. 

Neste momento, a Defesa Civil está em estágio de vigilância. Existe a previsão de chuva a qualquer hora neste no domingo. A secretaria orienta à população a ter atenção em função dos acumulados que deixam o solo encharcado. 

“É fundamental que a população que vive em uma área de risco tenha atenção redobrada, já que existe a previsão que a chuva continue ao longo do dia. Os moradores devem ligar para o 199 e informar caso tenham alguma ocorrência”, afirma o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, reforçando que o contingente de 55 agentes permanece de plantão 24h para realizar os atendimentos a população.

Em caso de qualquer sinal de instabilidade no imóvel ou terreno, o morador deve ligar para o telefone 199 e pedir uma vistoria preventiva à Defesa Civil. A ligação e o serviço são gratuitos.



Compartilhe:


Casando com Estilo



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior