Edição: quinta-feira, 07/06/2018
Compartilhe:

  Cidadania

Entidades manifestam repúdio a atos racistas

Injúrias raciais aconteceram durante os Jogos Jurídicos, no fim de semana

Yuri Lima - yuri.lima@diariodepetropolis.com.br

Mais entidades se manifestaram contra os atos racistas praticados durante os Jogos Jurídicos, em Petrópolis, no final de semana. O Gabinete da Cidadania, o Conselho Municipal de Igualdade Racial (Compir), a Ordem dos Advogados do Brasil de Petrópolis (OAB-Petrópolis) e os vereadores da Câmara Municipal de Petrópolis se pronunciaram, demonstrando repúdio aos atos de racismo envolvendo alunos da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) nos Jogos Jurídicos 2018 em Petrópolis.

O Gabinete da Cidadania e o Compir enviaram nota à imprensa na tarde desta quarta-feira (6). Condenando o episódio, os órgãos pedem punição dos autores e se solidarizam com o estudante da Universidade Católica de Petrópolis (UCP) atingido por uma casca de banana durante uma partida com os alunos da PUC-RJ.

 

A coordenadora do Gabinete de Cidadania, Ana Maria Rattes (foto), em nome do prefeito Bernardo Rossi, repudiou a agressão racista e ressaltou a importância do papel do Conselho na sociedade civil, principalmente nessas situações como aconteceu com o universitário. “O Conselho é o órgão que tem como especificidade a formação da cultura anti-racismo na cidade. Eles possuem essa responsabilidade de mudança”, disse a coordenadora.

Caso entra na pauta de Conselho

A vítima registrou a ocorrência nesta segunda-feira (4) na 105ª Delegacia de Polícia. O caso vai ser pauta na próxima reunião ordinária do Compir, dia 13 de junho.  Notas de solidariedade também foram encaminhadas pelos órgãos à reitoria da UCP.

A Coordenadoria de Promoção da Igualdade Racial (COPIR) foi restabelecida ano passado e funciona de maneira integrada com o Compir, que atua em ações com a sociedade civil.

Em nota, a OAB-Petrópolis afirma que repudia os atos racistas que ocorreram nos jogos, afirmando que é necessária a punição dos casos de injúria racial. Lamentando profundamente o ocorrido. Além disto, a Ordem se solidariza com os atingidos pelos fatos.

Câmara discute o assunto

Além disto, o tema foi debatido na Câmara Municipal dos Vereadores na sessão plenária de ontem (6). Os vereadores Leandro Azevedo (PSD), Gilda Beatriz (MDB), Antonio Brito (PRB) e Reinaldo Meirelles (PTB) lamentaram o ocorrido e cobraram punição dos responsáveis pelo delito.

Já o parlamentar Justino do RX (MDB), aproveitou o seu tempo de fala para abordar o assunto do racismo no Brasil. Emocionado, Justino falou que já vivenciou injúria racial. Além disto, trouxe números de violência contra a população negra no Brasil.



Compartilhe:


Casando com Estilo



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior