Edição: sábado, 07/07/2018
Compartilhe:

  Educação

Evasão cai 43% nas escolas estaduais do Rio 

Segundo Governo do Estado, bom resultado é fruto de projetos pedagógicos implantados nas escolas

 

A taxa de abandono escolar na rede pública estadual de ensino reduziu em 2017. No Ensino Médio, o percentual foi de 5,1%, contra 8,9% no ano anterior. Já no Ensino Fundamental, o índice caiu de 4,3% em 2016 para 2,6% no ano passado. Os dados foram apresentados pela Secretaria de Educação.

De acordo com a secretaria, o bom resultado é fruto de projetos pedagógicos realizados e implantados nas escolas públicas do Rio de Janeiro, que envolvem apoio e reforço em disciplinas, desenvolvimento de ações, experiências e práticas educativas pioneiras em diversas áreas e outras propostas.

– O abandono escolar tem vários pontos, seja a questão social, o problema da violência e também a questão pedagógica. Hoje, a secretaria tem uma gama diversa de atividades pedagógicas que torna a escola atrativa, fazendo com que o aluno aumente seu interesse em permanecer nela – disse o secretário de Educação, Wagner Victer.

Ampliação

A ampliação de escolas em horário integral é um dos fatores positivos que contribuem para a permanência dos alunos nas unidades públicas estaduais. Em 2017 e 2018, a Secretaria de Educação implementou o Ensino Médio em tempo integral em mais 81 colégios. Além da carga horária aumentada em Português, Matemática e Inglês, os estudantes fazem curso de Empreendedorismo.

Ações de governo

Entre as iniciativas que contribuem para a diminuição do índice de abandono escolar estão o programa educativo Trilha Empreendedora, que oferta atividades voltadas ao Empreendedorismo aos alunos; o projeto NXplorers, incentivando o desenvolvimento de soluções sustentáveis para o cotidiano; a Sala de Música Cecília Meireles, no qual centenas de alunos assistiram a espetáculos didáticos de música clássica; o Edupark, uma proposta educacional que utiliza vídeos e tecnologia 3D para estimular o interesse dos estudantes em relação a temas sociais; o Programa Lei Maria da Penha vai à Escola, em que noções básicas da Lei Maria da Penha foram transmitidas e debatidas em diversas escolas; e o Programa Mais Educação, cuja meta é melhorar a aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática, que já atendeu 66.750 alunos de 245 escolas em 2017.



Compartilhe:


Casando com Estilo







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior