Edição: terça-feira, 10/04/2018
Compartilhe:

  Polícia

Executado com tiros na cabeça no Independência


 A família do professor de capoeira Antônio César Adaes do Nascimento, o “Treme-Treme”, sofreu, no fim de semana, mais um duro golpe. Depois de perder o filho Sávio de Oliveira Adaes do Nascimento, na noite de 1º de fevereiro, o capoeirista teve o irmão, Christiano Adaes do Nascimento, 40, executado com vários tiros na cabeça.

O crime aconteceu na noite de sábado, por volta das 21h, na Rua Antônio de Medeiros, na localidade conhecida como “Cantão”, no Alto Independência. Christiano morreu na hora e moradores do local ficaram em pânico com a quantidade de disparos efetuados.

O assassinato está registrado 105ª DP (Retiro). Os policiais, no entanto, ainda não revelaram a linha de investigação, porém, já existem suspeitos. Cinco homens chegaram ao local em um carro escuro e cercaram a vítima que passava na rua. Christiano não teve tempo de reagir. Todos os bandidos estariam armados, mas apenas dois deles atiraram.

Os disparos atingiram o rosto e a cabeça da vítima. As suspeitas são de que a execução tenha sido uma represália à família, que vinha denunciando, pelas redes sociais, os supostos autores do assassinato de Sávio, na noite de 1º de fevereiro.

Além da Polícia Militar, investigadores da 105ª DP e peritos da Polícia Civil também estiveram no local fazendo os primeiros levantamentos. Foram recolhidas 18 cápsulas de pistola de  calibres 0.40 e 9mm. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal – IML, em Corrêas. Cristiano foi sepultado ontem às 11h, no Cemitério Municipal.



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior