Edição anterior (1212):
terça-feira, 06 de março de 2018
Ed. 1212:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1212): terça-feira, 06 de março de 2018

Ed.1212:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Famílias atingidas pelas chuvas são atendidas pela prefeitura

Cestas básicas, colchonetes e água têm sido levados para as áreas atingidas desde o último sábado (03)


 Mantendo o trabalho de apoio e assistência às famílias atingidas pelas chuvas, o prefeito Bernardo Rossi e a secretária de Assistência Social, Denise Quintella, estiveram novamente nesta segunda-feira (05.03) nas áreas onde ocorreram as enchentes e deslizamentos de terras. Desta vez, a vistoria, além do Caxambu e Bela Vista,  foi ampliada para os bairros Morin, Provisória e Floresta, onde a equipe da prefeitura está cadastrando os moradores que tiveram as casas atingidas e providenciar a assistência emergencial com fornecimento de roupas, água e cesta básica. Por orientação da Secretaria de Assistência Social, as famílias estão sendo deslocadas para casas de parentes ou amigos.

Durante o domingo (04.03), três equipes de técnicos da Secretaria de Assistência Social se dividiram entre os bairros Bela Vista, Corrêas, Morin além do Caxambu para cadastrar as famílias e providenciar os itens emergenciais de apoio. Atualmente são 18 famílias desalojadas, num total de 67 pessoas sendo – Morin com 2 adultos e 1 criança; Caxambu 19 adultos, 5 crianças e 5 adolescentes; Cascatinha 2 adultos, 2 idosos; Bela Vista 11 adultos, 9 crianças, 4 idosos e 7 adolescentes. Todos receberam água, colchonetes, cestas básicas e roupas.

“Agimos emergencialmente no domingo já cadastrando as famílias e levando cesta básicas e água para as famílias. Geralmente, a Secretaria de Assistência é acionada pela Defesa Civil após o registro das ocorrências. Mas nesta situação de desastres todos trabalhamos junto para atender rapidamente a nossa população”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

A secretária de Assistência Social, Denise Quintella, reforça que nesta segunda-feira (05.03) as equipes se mobilizaram para Olaria (Corrêas), Caxambu e Bela Vista.

 “Nesse primeiro momento nós iremos cadastrar todas as famílias e verificar quais as necessidades iniciais – roupas de uso pessoal, de cama, de banho, colchões, cobertores, cestas básicas ou algum medicamento que seja de uso contínuo. O próximo passo é verificar as perdas, se necessitam de segunda via de documentos, Cadúnico, para poder receber benefícios sociais e por fim a indicação para programas habitacionais. Mas o que estamos reforçando com cada família é que busque abrigo junto a outros familiares ou amigos”, reforça Denise Quintella. 

Das casas atingidas, grande parte foi por alagamento, principalmente nos bairros Caxambu, Bela Vista e Cascatinha. No Morin foram atingidas por pedras ou lama, apresentando risco do imóvel. De acordo com Denise Quintella, as 18 famílias desalojadas estão abrigadas nas casas de familiares e, por conta disso, não houve necessidade de se montar um ponto de apoio na região.

“Muitas pessoas tiveram perdas materiais e tem muita gente querendo ajudar. As doações foram concentradas na Cruz Vermelha, nós manteremos o apoio, acolhimento das famílias e fornecimento dos materiais mais emergenciais. Nossas equipes também estão se mobilizando para providenciar a segunda via de documentos das pessoas que perderam tudo na enchente. Agora é o momento que eles precisam de muito carinho e atenção e reforçar que estamos prontos a ajudá-los”, reforça a secretária de Assistência Social, Denise Quintella.



Edição anterior (1212):
terça-feira, 06 de março de 2018
Ed. 1212:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1212): terça-feira, 06 de março de 2018

Ed.1212:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior