Edição: domingo, 12/11/2017
Compartilhe:

  Serra de Petrópolis

Famílias terão auxílio emergencial que vai ser oficialmente acordado nesta segunda-feira

Prefeitura ingressou na justiça com pedido de acolhimento das famílias afetadas neste sábado

 

Em nova ação ingressada pela prefeitura e com decisão judicial emitida na madrugada deste domingo (12.11), o juiz titular da 4ª Vara Cível, Jorge Martins, determinou que a Concer ampare as famílias de novo trecho que precisou ser evacuado às margens da BR-040, onde, na terça-feira (07.11) uma cratera de 80 metros de profundidade e 30 metros de diâmetro se abriu comprometendo casas e a própria estrada onde a empresa abandonou a escavação de túnel há mais de um ano.

Em sua decisão, o magistrado prevê que a Concer conceda ajuda emergencial a cerca de 40 famílias – como as que 55 também já assistidas desde a terça-feira – determinando pagamento de R$ 1 mil para auxílio aluguel e cesta básica.  Depois de protesto na estrada e reunião com Defensoria Pública, Defesa Civil e Concer, moradores terão apoio da prefeitura em novo encontro, nesta terça-feira, para que a empresa oficialize apoio às famílias.

Moradores fizeram um protesto neste domingo fechando pista da BR-040 sentido Juiz de Fora cobrando a presença da Concer junto à comunidade. A manifestação foi encerrada depois de reunião entre Alcimar Penna, diretor da Concer; os defensores públicos Andrea Carius e Cleber Alves e ainda  Paulo Renato Vaz, secretário de Defesa Civil de Petrópolis.

“Trago a decisão judicial que o titular da 4ª Vara Cível proferiu ainda de madrugada em proteção às famílias e em resposta a uma ação ingressada pela prefeitura e tranquilizo a comunidade com o apoio da prefeitura que está voltada para a segurança de todos”, pontuou o secretário de Defesa Civil.

Na reunião, a moradora Rosane Barbosa ressaltou a presença da Secretaria de Defesa Civil desde a abertura da cratera e espera que a concessionária melhore o atendimento aos moradores. “O que a gente quer é a presença da Concer, que não nos deu uma posição até o momento. A Defesa Civil fica aqui 24 horas, esperamos que a Concer tenha uma equipe fazendo também esse atendimento, já que não tem hora pra acontecer um novo problema”, afirmou.

Já Paulo Henrique Maciel disse que graças ao protesto os moradores conseguiram a chance de serem ouvidos pela concessionária. “Precisamos parar a estrada para sermos ouvidos. A gente não sabe a situação em que estamos vivendo, muitos não dormem durante à noite preocupados com o que pode acontecer. Esperamos que a Concer libere logo as informações para que a gente tenha a noção do que está acontecendo aqui”, cobrou.

Na reunião foi decidida uma audiência nesta segunda-feira (13.11), às 10h, na ONG Aldeia Criança, na proximidade da comunidade. Advogados da Concer estarão presentes, assim como a Defensoria Pública, para celebrar oficialmente os acordos com as famílias.?



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior