Edição anterior (1422):
terça-feira, 02 de outubro de 2018
Ed. 1422:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1422): terça-feira, 02 de outubro de 2018

Ed.1422:

Compartilhe:

Voltar:


  Eleições

Fim de semana de manifestações contrárias e favoráveis a Bolsonaro em Petrópolis

Yuri Lima yuri.lima@diariodepetropolis.com.br


 O último fim de semana foi marcado por manifestações favoráveis e contrárias ao candidato a presidência Jair Bolsonaro (PSL). No sábado (29), a partir das 16h, se deu início o ato “Mulheres Contra Bolsonaro - Petrópolis” que, segundo a organização, reuniu aproximadamente 3 mil pessoas. Já a Polícia Militar estimou cerca de 300 participantes. No domingo (30), por volta das 15h, foi realizado o evento “#FamíliaComBolsonaro - Petrópolis” que, segundo a organização e a Polícia Militar, reuniu entre 2,5 mil e 3 mil pessoas.

De acordo com Gopala Miron, uma das organizadoras da manifestação do sábado, o ato tinha previsão de ter início às 17h, mas a mobilização teve início antes, com uma grande quantidade de pessoas chegando à Praça Dom Pedro II.

- A manifestação reuniu pessoas de todos os tipos. Reuniu mulheres, homens e crianças. Até mesmo as pessoas mais velhas afirmavam que foi um dos atos mais bonitos da história da cidade. Em todo o momento a manifestação foi pacífica, sem palavras agressivas e com muita harmonia entre os presentes – afirmou.

O percurso seguido pelos manifestantes foi da Praça Dom Pedro II até a Praça da Liberdade, seguindo pela Rua do Imperador e a Rua Nelson de Sá Earp.

- Ao chegarmos à Praça da Liberdade o ato continuou. Lá também foram realizadas performances artísticas de todos os tipos. Onde foram reafirmadas as falas que ocorreram no início do ato. Foi um movimento muito bonito construído por todos – afirmou.

No domingo, os apoiadores do candidato também se encontraram na Praça Dom Pedro II, o evento reuniu políticos ligados ao presidenciável, como o candidato a deputado federal Daniel Silveira (PSL) e o candidato a governador Wilson Witzel (PSC). Segundo Octavio Sampaio, presidente do PSL em Petrópolis, o ato teve um caráter familiar e patriótico.

- A manifestação com as pessoas vestidas de verde amarelo, como símbolo do patriotismo, com a presença de muitas famílias. Foi um evento muito familiar. Em todo o percurso as pessoas gritavam frases de apoio ao Bolsonaro, como “O Capitão Voltou” e o clássico “A Nossa Bandeira Nunca Será Vermelha” – disse.

O percurso do ato pró-Bolsonaro foi da Praça Dom Pedro, até a frente da Farmácia Brasil, onde os apoiadores do político retornaram e seguiram até a Câmara dos Vereadores, passando em frente ao Museu Imperial.

- O trajeto foi reduzido pela quantidade de pessoas idosas e crianças presentes no ato. Acredito que a quantidade de pessoas seja por volta da estimativa da PM. Mas conforme o ato continuou, foi agregando muita gente – declarou.

Segundo a Polícia Militar, a manifestação contrária a Bolsonaro teve cerca de três horas de duração. Em nota, informou que esteve presente durante todo o ato através do emprego das guarnições do Patamo da 1º Cia, Patamo da 2ª Cia, Supervisão de Oficial, Supervisão de Graduado e Equipe da P2, com um total de 15 PMs empregados. Sobre a manifestação de domingo, a PM apenas informou que o ato teve movimento pacífico.



Edição anterior (1422):
terça-feira, 02 de outubro de 2018
Ed. 1422:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1422): terça-feira, 02 de outubro de 2018

Ed.1422:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior