Edição anterior (1363):
sábado, 04 de agosto de 2018
Ed. 1363:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1363): sábado, 04 de agosto de 2018

Ed.1363:

Compartilhe:

Voltar:


  Turismo

Frio e férias escolares movimentam o turismo em Petrópolis

Alguns hotéis chegaram a registrar 100% de ocupação em todos os fins de semana de julho

            Com uma média de ocupação hoteleira que ultrapassou os 90% em pelo menos dois fins de semana de julho, o trade turístico de Petrópolis comemora os bons resultados da alta temporada neste período de inverno e férias escolares. Eventos, como os festivais culturais e gastronômicos, ou mesmo o Bunka-Sai, que termina neste domingo (05.08), ajudaram a atrair ainda mais visitantes para a cidade nas últimas semanas. Pontos turísticos, como o Museu Casa de Santos Dumont, têm ficado lotados até durante a semana. Só em julho, 24.225 pessoas visitaram o atrativo. Até o fim do ano, o calendário oficial de eventos do município deverá continuar contribuindo para aquecer a economia através do turismo.

            A cidade está quase no fim da alta temporada - que começa em maio e termina neste mês. Para todo o período, a expectativa é de que o município esteja recebendo entre 750 e 800 mil visitantes. Hotéis e pousadas têm alcançado, na maioria dos fins de semana, uma ocupação superior a 80% dos6.201 leitos disponíveis no município. Em julho, diversos estabelecimentos registraram 100% de ocupação em todos os fins de semana. O melhor do mês passado foi entre os dias 20 e 22, quando os hotéis do Centro Histórico chegaram a 99% de ocupação e a média geral do município ficou em 96%.

Nota A no Mapa do Turismo Brasileiro, de acordo com o Ministério do Turismo, Petrópolis recebe visitantes vindos dos quatro cantos do país neste período em busca de temperaturas baixas e o clima aconchegante. O agente de viagens Lucio Araujo, morador de Cuiabá, no Mato Grosso, veio a passeio esta semana conhecer a Cidade Imperial e disse que o frio é um atrativo a mais. “Estou acostumado com temperaturas de 40ºC o ano todo. A temperatura aqui é muito diferente, mas a gente gosta. Estou gostando muito da cidade. Estar no lugar onde também estiveram D. Pedro II, a Princesa Isabel, e ver todo esse clima de império, é muito interessante. É um turismo diferente do que temos em Cuiabá”, disse ele.

Em julho, a cidade ainda contou com atrativos a mais voltados para o período de frio, como o Festival de Inverno da Dell’Arte, o Festival Sesc de Inverno, a 9ª edição do Festival de Fondues, Racletes, Caldos e Cremes de Petrópolis, o IX Serra Wine Week, entre outros. O Bunka-Sai, que termina neste domingo (05.08), também tem ajudado a movimentar o turismo na cidade. A expectativa é que outros eventos até o fim do ano continuem chamando a atenção dos visitantes.

 “Estamos trabalhando para deixar a cidade movimentada durante todo o ano. Temos a alta temporada com o número maior de turistas, mas estamos deixando o município cheio em todas as épocas do ano. O objetivo é criar cada vez mais atrativos para manter o visitante aqui. O turismo é um dos pilares da economia de Petrópolis. Fortalecendo o setor estamos fortalecendo o desenvolvimento do município”, frisa o secretário da Turispetro, Marcelo Valente.

 



Edição anterior (1363):
sábado, 04 de agosto de 2018
Ed. 1363:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1363): sábado, 04 de agosto de 2018

Ed.1363:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior