Edição anterior (1368):
quinta-feira, 09 de agosto de 2018
Ed. 1368:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1368): quinta-feira, 09 de agosto de 2018

Ed.1368:

Compartilhe:

Voltar:


  Greve

Funcionários dos Correios em Petrópolis cogitam entrar em greve

Condições precárias de trabalho e falta de funcionários são as principais reclamações

Vitor Garcia – Especial para o Diário

Os funcionários dos Correios realizaram assembleias por todo o país, decidindo pela manutenção do estado de greve, sem paralisação. Com isso, todas as unidades do sistema de envio e entrega de correspondências permanecem funcionando normalmente. Porém, em Petrópolis o serviço pode ser interrompido nos próximos dias. A falta de funcionários e as condições precárias de trabalho estão entre os principais problemas.

De acordo com Leônidas da Silva, secretário do Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro – Sintect/RJ, mesmo que a greve nacional não aconteça, em Petrópolis as possibilidades são grandes de ser realizada.

- No atual estado de greve, funcionários trabalham normalmente. Porém, deixam a empresa e a população conscientes de que a qualquer momento possa ter alguma paralisação. Mas, isso não inibe a possível paralisação dos funcionários de Petrópolis nos próximos dias. Estamos exigindo melhores condições de trabalho, contratação de novos funcionários, atendimento na rede credenciada que cobre o plano de saúde dos contratados e o não fechamento de agências – disse.

Ao todo, 78 carteiros atendem o município. Entretanto, de acordo com o secretário do Sintect/RJ, para que o serviço esteja funcionando normalmente, seria necessária a contratação de 42 novos funcionários, totalizando assim 120 carteiros.

- As pessoas estão esperando por mais de duas semanas para receber uma correspondência. Pedimos a compreensão da população, pois, o atraso nas entregas não é culpa do carteiro, mas, da gestão desorganizada da empresa – disse.

 

Empresa se manifesta

Em nota, a empresa disse que os Correios estão realizando as entregas com regularidade em Petrópolis, com frequência mínima de duas vezes por semana, em cada distrito onde os logradouros atendem as condições mínimas necessárias para a prestação do serviço, estabelecidas pelo Art. 2º, da Portaria nº 567/11, do Ministério das Comunicações.

A empresa ainda ressaltou que, casos de atrasos pontuais devem ser enviados com endereço completo, para que a situação seja apurada com detalhes.

Sobre o efetivo, informou que é suficiente para atender a demanda local, pois a empresa avalia constantemente a adequação da sua força de trabalho, equalizando as unidades com quadro deficitário ou superavitário.

Por fim, afirmou que até o momento, não há planos de fechamento de agências em Petrópolis.

Funcionários aprovam estado de greve no país

De acordo com os Correios, caso alguma paralisação ocorra, a empresa já implantou um plano de contingência para garantir a continuidade do atendimento à população.

Após os Correios terem ingressado com pedido de mediação junto ao Tribunal Superior do Trabalho, o vice-presidente do tribunal, ministro Renato de Lacerda Paiva, havia proposto a manutenção do último acordo coletivo, ressalvando apenas os termos da decisão judicial sobre o plano de saúde dos empregados, além de assegurar a reposição da inflação no período (3,68%) sobre salário e benefícios. O tribunal condicionou a proposta à não realização de greve por parte dos trabalhadores. Além disso, solicitou que a proposta fosse levada às assembleias e que uma resposta fosse dada pelas federações até esta quinta-feira (9).

Os Correios já se manifestaram favoráveis à proposta do TST, assim como o Ministério do Planejamento. No entanto, após rejeitarem os argumentos da empresa e sequer avaliarem a proposta feita pelo TST, os empregados adiaram a votação para nova assembleia no próximo dia 14.



Edição anterior (1368):
quinta-feira, 09 de agosto de 2018
Ed. 1368:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1368): quinta-feira, 09 de agosto de 2018

Ed.1368:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior