Edição: quarta-feira, 07/03/2018
Compartilhe:

  Cidadania

Grupos se mobilizam em prol das vítimas das chuvas

Vitor Garcia vitorgarcia@diariodepetropolis.com.br


 A chuva que atingiu diversas áreas da cidade no último sábado (3), surpreendeu a milhares de petropolitanos diante de tamanha catástrofe. Entretanto, para 18 famílias a situação acabou se tornando um pouco pior, após ficarem desalojadas. Grupos e instituições da cidade iniciaram campanhas solidárias, com o objetivo de arrecadar doações para as quase 70 vítimas das chuvas.

Na manhã de ontem (5), o Conselho de Evangelismo da Primeira Igreja Batista em Petrópolis fez diversos apelos nas redes sociais, com o objetivo de arrecadar água, alimentos, roupas e eletrodomésticos, que serão repassados às famílias, de acordo com a necessidade de cada uma delas.

- A ideia partiu dos membros da igreja, que viram a necessidade em ajudar as pessoas que moravam nos bairros atingidos. A princípio, a distribuição do material recolhido acontecerá nos bairros Caxambu, Cascatinha e Corrêas. Muitas pessoas já estão se mobilizando, e temos o objetivo de atender todas as famílias – contou Jaqueline Lima, idealizadora do projeto.

O posto de arrecadação do grupo está localizado na Rua Paulo Barbosa, nº 95 – Centro, na sede da igreja.

Também no Centro Histórico, na Rua Doutor Nelson de Sá Earp, 88, um shopping está disponibilizando áreas de arrecadação nos corredores, sala administrativa e bilheteria do cinema.

- Enquanto estiverem precisando de ajuda, estaremos disponibilizando o nosso espaço para tal causa. É de uma importância enorme a solidariedade de cada petropolitano nesse momento. Não podemos ser indiferentes à dor do outro. O pouco que recebermos vai ser multiplicado na vida de cada pessoa – disse a gerente Ana Paula Costa.

Em ambas as campanhas, não há previsão de término de arrecadação. Na igreja, quem quiser contribuir com donativos pode estar comparecendo ao local das 8h às 21h. No shopping, das 10h às 20h.

 Desalojados

Morin: dois adultos e uma criança;

Caxambu: 19 adultos, cinco crianças e cinco adolescentes;

Cascatinha: dois adultos, dois idosos;

Bela Vista: 11 adultos, nove crianças, quatro idosos e sete adolescentes

Município avalia necessidade das famílias

Durante o domingo (4), três equipes de técnicos da Secretaria de Assistência Social se dividiram entre os bairros Bela Vista, Corrêas, Morin além do Caxambu para cadastrar as famílias e providenciar os itens emergenciais de apoio.

No primeiro momento a Assistência Social faz o cadastro das famílias e verifica quais as necessidades iniciais – roupas de uso pessoal, de cama, de banho, colchões, cobertores, cestas básicas, água ou algum medicamento que seja de uso contínuo. O próximo passo é verificar as perdas, como, por exemplo, se as pessoas necessitam de segunda via de documentos e Cadúnico, para poder receber benefícios sociais. Por fim é feita a indicação para programas habitacionais.

As famílias desalojadas estão abrigadas nas casas de parentes e, por conta disso, não houve necessidade de funcionamento de pontos para receber as vítimas das chuvas.



Compartilhe:


Casando com Estilo



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior