Edição anterior (1452):
quinta-feira, 01 de novembro de 2018
Ed. 1452:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1452): quinta-feira, 01 de novembro de 2018

Ed.1452:

Compartilhe:

Voltar:


  Saúde

Guarda Civil fará nova campanha de doação de sangue em novembro

Desde o ano passado, a corporação já fez cinco ações em prol do Banco de Sangue Santa Teresa


 A Guarda Civil já está se preparando para mais uma ação em prol do Banco de Sangue Santa Teresa. Em novembro, os agentes serão mobilizados para fazer doação e convidar amigos e parceiros para contribuir para alimentar o estoque. A ação será a sexta desde o ano passado e novamente perto de um período em que a demanda será alta: o fim de ano.

O banco de sangue atende à demanda apresentada pelas duas UPAs do município, o CTO, o Hospital Unimed e o Hospital Santa Teresa. Este último é referência no atendimento de vítimas de acidentes de trânsito, que tem mais ocorrências com as viagens para comemorar o Natal e Réveillon. E justamente no momento que antecede esse período, o número de doadores acaba diminuindo.

De acordo com o captador de doações do banco de sangue, Rodrigo Moreira, o estoque está 65% abaixo do ideal, com média de 35 doadores por dia – longe do ideal, que são 80 pessoas. Por isso, mobilizações como as organizadas pela Guarda Civil são reconhecidas pelo banco de sangue. Em outubro, o comandante da corporação, Jeferson Calomeni, recebeu uma plaquinha de agradecimento pela última campanha, feita em julho, quando mais de 400 pessoas compareceram ao local como voluntárias.

“A Guarda sempre tem se mobilizado para doações e é exatamente de ações assim que a gente precisa. Hoje a gente está com estoques bem abaixo, não sabemos ao certo o motivo, mas o movimento está bem baixo e temos procurado fazer ações para recuperar isso”, diz o Rodrigo Moreira.

“Nós temos procurado fazer pelo menos três campanhas por ano, uma próxima ao Carnaval, outra no meio do ano, como parte da comemoração ao aniversário da Guarda, e outra próximo ao fim do ano, como faremos novamente. Nós incentivamos a todos os guardas que podem ir para que eles façam a doação e para que todos os agentes convidem mais pessoas a fazer esse gesto”, afirma Calomeni.

Um único doador pode ajudar até quatro pessoas com bolsa de sangue. Isso porque o material colhido é separado e podem ser usadas plaquetas, hemácias, plasma e criopreciptado – cada um com uma função diferente. Como o tempo de armazenagem também varia (por exemplo, as plaquetas, usadas para coagulação, podem ser armazenadas por apenas cinco dias), é necessário que as doações sejam frequentes para atender toda a demanda.

Pode doar todas as pessoas entre 18 e 60 anos, em bom estado de saúde e que pese mais de 50 kg. Não é necessário fazer jejum, mas é importante não ingerir alimentos gordurosos três horas antes da doação. Também não se deve consumir bebidas alcoólicas 12 horas antes. As únicas restrições são a diabéticos e pessoas que fizeram tatuagem ou colocaram piercing há menos de um ano. O banco de sangue funciona todos os dias, de 7h às 18h, na Rua Paulino Afonso, 477 – Bingen.



Edição anterior (1452):
quinta-feira, 01 de novembro de 2018
Ed. 1452:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1452): quinta-feira, 01 de novembro de 2018

Ed.1452:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior