Edição: quinta-feira, 08/03/2018
Compartilhe:

  Geral

Guarda Civil promove curso de condução de cães de patrulhamento

Curso terá parte prática no patrulhamento em diversos locais do Centro Histórico

 

A Guarda Civil iniciou nesta quarta-feira (07) mais um curso de condução de cães para cerca de 35 agentes de guardas de cinco cidades e do 26º Batalhão da PM. Além da parte teórica, com palestra sobre os aspectos legais do uso de animais para o patrulhamento e cuidados veterinários, o curso vai realizar rondas em diversos pontos do Centro Histórico com os cachorros.

O secretário-chefe de Gabinete, Renan Campos, representou o prefeito Bernardo Rossi e destacou que uso dos cães também é parte da integração que existe em Petrópolis entre as forças de segurança no município. Ele inaugurou o curso ao lado do secretário de Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP), Djalma Januzzi.

“É muito importante essa integração que existe e a parceria entre Guarda, Polícia Militar e as delegacias deve ser cada vez mais valorizada. Espero que esse curso seja proveitoso para todas as guardas municipais de outros municípios que vieram para cá e que também possam se tornar parceiras da cidade, tornando o trabalho de Petrópolis uma referência para todo estado”, destacou Campos.

A abertura do curso contou com palestra do juiz da 1ª Vara Criminal de Petrópolis, Luiz Cláudio Rocha Rodrigues. No ano passado, ele iniciou um contato entre o judiciário de Petrópolis, a Guarda Civil, a Polícia Militar e as delegacias visando a detecção de drogas no município.

Desde a inauguração do canil, no fim de abril de 2017, mais de 25 mil pinos de cocaína e cinco quilos de maconha foram encontrados pelos cães durante operações contra o tráfico na cidade. O magistrado abordou os aspectos legais que envolvem a tipificação do tráfico de drogas e como a utilização dos animais pode contribuir para a segurança da população.

“Acredito que se todas as forças de segurança fizerem o trabalho em parceria e complementando uma a outra, vai ser muito benéfico para a população. Estamos num bom caminho. Foi uma iniciativa minha procurar a Guarda para estreitar o relacionamento e criar um ciclo virtuoso, que fortalece o meu trabalho, pois os cães garantem a licitude das provas, e são um elemento de diferenciação na boa abordagem. Nós podemos fazer um trabalho ímpar nesse sentido, com troca de informações”, afirmou o magistrado.

Entre os participantes estão guardas de Arraial do Cabo, Guapimirim, Itatiaia e Areal. Dez agentes de Petrópolis também vão participar, com o intuito de dobrar o número de condutores de cães de patrulhamento na cidade. Desde o ano passado, a instituição tem investido na qualificação dos homens que lidam com os animais no trabalho de segurança e detecção de drogas na cidade.

“No ano passado foram realizados dois cursos, um básico e um intermediário, para qualificar os agentes para fazerem o manejo dos cães. Eles já estão participando das operações, no patrulhamento nas ruas e em eventos da cidade, na detecção de drogas, na cinoterapia e cuidando das instalações do canil. Agora, mais um curso básico de condução de cães vai trazer mais 10 agentes para o canil de Petrópolis”, explicou o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni.

Também estão previstas palestras da nutróloga canina, Larissa Bitencourt, e do coordenador operacional do canil e corregedor da Guarda Civil de Petrópolis, Vinícius Silva.

Na tarde de quinta-feira (08.03), os agentes farão treinamento prático com patrulhamento em seis pontos do Centro Histórico: Calçadão do Cenip, Praça Dom Pedro, Rua 16 de Março, Praça da Águia, Catedral São Pedro de Alcântara e Praça da Liberdade. Cada turma vai usar um dos dois rottweiler e quatro pastores belga-malinois que fazem a segurança de público.

“Nós teremos a parte teórica, abordando a legislação, nutrologia veterinária e saúde dos animais, a parte prática interna, no canil, com os cuidados com os cães e as instalações, e externa, quando os participantes vão aprender a ter a correta leitura do cachorro em serviço”, detalhou o coordenador técnico do canil, Leandro Lopes.

Guarda há apenas um ano em Arraial do Cabo, André Peixoto se interessou pelo curso para conhecer o trabalho realizado em Petrópolis e levar para o município da região dos Lagos as informações necessárias para a corporação de lá implantar um grupamento de cães.

“A intenção é obter a experiência e aprender como funciona o canil aqui, como é a estrutura e, posteriormente, levar essa expertise para Arraial poder implementar esse mesmo trabalho por lá também”, destacou.

O canil de Petrópolis conta ainda com dois pastores holandês para detecção de drogas e armas, uma golden retriever e um american pitbull terrier para cinoterapia e quatro filhotes de pastor belga-malinois em treinamento – dois para resgate em escombros e outros dois para patrulhamento.

O curso conta com o apoio da empresa de rações Kifera e do laboratório veterinário Vetnil.



Compartilhe:


Casando com Estilo



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior