Edição: quarta-feira, 11/04/2018
Compartilhe:

  Geral

Homem é morto a facadas na 24 de maio


 

Uma briga na noite de domingo, na Rua 24 de Maio, terminou em tragédia. Gilvan da Gama Barbosa, de 29 anos, ferido com golpes de faca, chegou a ser socorrido com vida, mas morreu durante a madrugada de segunda-feira, no Hospital Alcides Carneiro. O autor das facadas, de 33 anos, já foi ouvido na 105ª DP (Retiro).

Segundo a polícia, o homem alegou legítima defesa e vai responder processo em liberdade. Os investigadores não divulgaram o motivo da confusão, mas, testemunhas, inclusive parentes e amigos tanto da vítima quanto do autor, estão sendo chamados à delegacia para prestar depoimento.

A briga aconteceu por volta das 22h, em frente a uma pizzaria da comunidade e a faca usada no crime foi localizada por agentes do Serviço Reservado da PM e o policial Renato Rabelo, do Departamento Geral de Polícia do Interior – DGPI, que estavam na comunidade apurando o crime. A arma estava jogada em um bueiro.

Número de assassinatos é crescente em Petrópolis

Relembre os casos

Essa é a 12º morte por assassinato registrada em Petrópolis, desde o início de janeiro. Apenas no Bairro da Glória, foram quatro execuções entre os dias 31 de dezembro e 12 de março. As vítimas, sendo o pedreiro Ezequiel Vieira de Pinho, 47 e o servente Marcos dos Santos Ferreira, 39, foram mortas no último dia do ano. Ricardo Vinicius Cabral Victorino, de 39 anos, no dia 18 de janeiro. Matheus Francisco Martins, 19, foi o último a ser assassinado no local.

Em março, na Comunidade do Alto da Derrubada, no Fazenda Inglesa. As vítimas, identificadas como Bruno dos Santos, de 21 anos e Marcos Lucas Vieira de Santa Rosa, 22, chegaram a ser socorridas com vida, mas morreram no hospital. Outros dois homens, ambos de 23 anos, foram feridos.

Ainda no mês de março, no Sargento Boening, Alex William de Oliveira Rapozo, conhecido como “Nego”, de 27 anos, morreu baleado com vários tiros, nas proximidades de sua casa, na Estrada do Paraíso.

No Independência, os alvos foram Sávio de Oliveira Adaes do Nascimento, de 21 anos, executado na noite do dia 1 de fevereiro e o tio Christiano Adaes do Nascimento, de 40 anos, no dia 7 de abril. As vítimas eram filho e irmão do capoeirista Antônio César Adaes do Nascimento,o “Treme-Treme”.

Entre as vítimas de homicídio também está o adolescente David de Freitas Oliveira, 17, assassinado na casa onde dormia, na madrugada do dia 24 de fevereiro, na Rua Alexandre Flaming, no São Sebastião.

Outra morte que está sendo investigada é a de Rafael Lawarte Pereira de Jesus, cujo corpo foi encontrado com várias escoriações, na escadaria localizada na Rua Frei Leão, no Alto da Serra, na madrugada do último dia 3 de março.

Um dos casos já esclarecidos pela polícia aconteceu na noite do dia 25 de fevereiro. A vítima Felipe dos Santos Petronilho, de 26 anos, foi espancado em um bar próximo à Praça de Corrêas. Ele faleceu 20 dias depois e dois suspeitos da autoria  do crime já estão presos

 



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior