Edição anterior (1360):
quarta-feira, 01 de agosto de 2018
Ed. 1360:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1360): quarta-feira, 01 de agosto de 2018

Ed.1360:

Compartilhe:

Voltar:


  Polícia

Idoso petropolitano é vítima de golpe milionário no Mato Grosso do Sul

Engenheiro aposentado teve cerca de R$ 5,5 milhões retirados de sua conta bancária

Um engenheiro aposentado de 73 anos, foi vítima de um golpe milionário. O petropolitano Salvador José Monteiro de Barros teve cerca de R$ 5,5 milhões retirados de sua conta bancária por uma quadrilha do Mato Grosso do Sul. Quatro pessoas - entre elas uma advogada gaúcha, esposa de um juiz de Campo Grande - estão presos, mas o idoso ainda não conseguiu reaver o dinheiro.

A quadrilha estava sendo investigada desde o fim do ano passado, quando ocorreu o golpe que consistia na compra de uma fazenda inexistente, no município de Tangará da Serra. A transação teria sido realizada por meio de notas promissórias com assinaturas falsificadas da vítima. Os documentos tinham, inclusive, carimbos de cartórios.

Salvador só descobriu a fraude quando ocorreu o bloqueio dos valores em sua conta. Na ocasião, a vítima procurou a agência bancária e descobriu o golpe. Apesar da atuação dos advogados do idoso, os estelionatários conseguiram entrar com recurso e derrubar o bloqueio, direcionando os valores para uma conta da advogada, de onde eles foram distribuídos para outras contas. A alegação era de que o idoso efetuou a compra da fazenda, mas não pagou.

Citada como representante do suposto proprietário da fazenda, o qual usava nome falso, a advogada começou a ser investigada pela Polícia Civil. No início de julho, o homem que se passava como vendedor da propriedade foi preso junto com dois comparsas, tentando sacar o valor de R$ 1,8 milhão, usando uma procuração falsa.

Na ocasião, apontaram a advogada como a articuladora da fraude. Por meio de seus representantes, o engenheiro entrou com uma denúncia na Delegacia de Defraudações do Estado de Mato Grosso do Sul, que passou a investigar o esquema e estava fazendo o monitoramento do dinheiro. Dessa forma, conseguiram prender os três homens.

O mandado de prisão contra a advogada foi expedido pela 3ª Vara Criminal de Campo Grande e cumprido pela Polícia Civil e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), de Mato Grosso. A advogada Mônica Possas, que representa o idoso, preferiu não comentar o assunto.

Preso ao tentar aplicar golpe em banco

A Polícia Militar prendeu, na manhã de ontem (31), um homem que tentou sacar de forma fraudulenta a quantia de R$ 45 mil, no banco Santander. O dinheiro era proveniente de um golpe ainda em investigação, aplicado em uma empresa de São Paulo. O criminoso tentou receber a quantia por volta das 11h, na agência localizada na Avenida Köeler, no Centro. O suspeito foi levado para a delegacia do Retiro.

O supervisor da agência entrou em contato com a empresa de São Paulo, que informou estar sofrendo constantes transferências fraudulentas, e que esse caso seria mais um golpe sobre a empresa.

Durante a abordagem da polícia, o suspeito confessou que estava aplicando o golpe, e que ganharia 10% do valor (R$4,5 mil) sacado. A forma como o crime é realizado ainda está sob análise.

Número de estelionatos cresce em Petrópolis

De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), o crime de estelionato aumentou 36,1% no primeiro semestre desse ano, se comparado ao mesmo período do ano anterior. Ao todo, foram registradas 177 ocorrências desse tipo em 2017 e 241 de janeiro a junho deste ano.

Entretanto, o número de ocorrências de estelionato registrado está em queda desde janeiro. No primeiro mês do ano foram 54 casos, sendo uma redução de 44,4% se comparado a junho quando só foram constatados 30 crimes desse tipo.



Edição anterior (1360):
quarta-feira, 01 de agosto de 2018
Ed. 1360:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1360): quarta-feira, 01 de agosto de 2018

Ed.1360:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior