Edição anterior (1307):
sábado, 09 de junho de 2018
Ed. 1307:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1307): sábado, 09 de junho de 2018

Ed.1307:

Compartilhe:

Voltar:


  Incêndio

II Simpósio de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais recebe 350 pessoas

Evento foi realizado pelo 15º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM)

Vitor Garcia – Especial para o Diário

 

Foi encerrado na tarde de ontem (8), o II Simpósio de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais, realizado pelo 15º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), em Petrópolis. Com a presença de mais de 350 pessoas, entre gestores públicos, militares, servidores civis e estudantes, a programação tratou sobre ações e estratégias para conscientizar e reduzir o risco de desastres na Região Serrana. A programação aconteceu no auditório do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), no bairro Quitandinha.

Com abertura no dia 5 de junho, o evento contou com 19 palestras, mostras tecnológicas e exposições de trabalhos acadêmicos. No local, diferentes autoridades marcaram presença e a programação contou personalidades de diversas regiões do país, com representantes dos Ministérios Público e Estadual, além da palestra internacional com o engenheiro Nuno Osório, Comandante dos Bombeiros Municipais de Figueira da Foz, distrito de Coimbra, em Portugal.

- Este evento é fundamental para a valorização quantitativa e qualitativa de toda a esfera de combate aos incêndios, ressaltando e enaltecendo todo o esforço dos bombeiros às causas ambientais – disse o português.

Em 2016, foram registradas 258 ocorrências de incêndio em florestas na região de Petrópolis e no ano passado 116 casos. Ou seja, redução de 55%. De acordo com o comandante do 15º GBM, Ramon Camilo, o objetivo da segunda edição do Simpósio é reduzir a incidência de incêndios, conscientizar a população e focar na prevenção, contribuindo com a fauna e a flora no município.

- É necessário divulgarmos os malefícios que os incêndios podem trazer para a sociedade, e pedir assim a contribuição de todos. O simples fato de não fazer fogueiras, soltar balões, queimar lixo orgânico e limpeza de terreno com fogo, já nos ajuda demais. Com isso, estamos voltando a atenção a equipamentos operacionais que podem facilitar e acelerar os combates, assim como as novas tecnologias que contribuem para a execução desse serviço – explicou.

De acordo com ele, até o momento foram registrados apenas dois acionamentos, e cerca de 200 notificações. O comandante ainda ressaltou os locais identificados com maior incidência de incêndios.

- Os bairros Caxambu, Itamarati, Corrêas, Bonfim, Nogueira, Águas Lindas, Vale das Videiras, Araras, Brejal, Taquaril, Secretário e Pedro do Rio são os principais locais de acionamento. No Centro, um matagal na Rua Santos Dumont também possui grande possibilidade de chamados durante o período da estiagem – contou.

Ainda no último dia, foram arrecadados cerca de 100Kg de alimentos não perecíveis, que foram encaminhados à instituições carentes. No final da tarde de ontem, a segunda edição da programação encerrou com a entrega de certificado aos participantes.



Edição anterior (1307):
sábado, 09 de junho de 2018
Ed. 1307:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1307): sábado, 09 de junho de 2018

Ed.1307:

Compartilhe:

Voltar:

Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior