Edição: quinta-feira, 07/06/2018
Compartilhe:

  Diário Comunidades

Invasão de creche e terreno no Quarteirão Brasileiro divide opiniões

Vitor Garcia – Especial para o Diário

 

Uma polêmica no bairro Quarteirão Brasileiro está dando o que falar nos últimos dias. Na região, diferentes famílias estão fazendo apropriações irregulares, sendo em uma creche municipal abandonada em 2016, assim como um terreno que teria sido comprado pela prefeitura há uma década, para a realização de obra em prol da comunidade. Enquanto uns apóiam as invasões dos locais, outros pedem a atuação do poder público e a solução do problema.

De acordo com populares, a creche desativada há dois anos na Rua Atílio Marotti, foi invadida por cinco famílias há mais de uma semana. Morando no local, essas pessoas não teriam para onde ir caso fossem desabrigadas, despertando assim a compreensão de algumas pessoas.

“Se for para a creche continuar abandonada, é melhor que essas famílias permaneçam por lá. Do jeito que está, o espaço vai virar um ponto de tráfico de drogas, um local para práticas ilícitas”, escreveu uma pessoa nas redes sociais.

Entretanto, outros questionam a apropriação e relatam supostas armações dos grupos, em busca de um benefício próprio.

“Eu sei quem são essas pessoas. O curioso é que há pouco tempo, todas tinham uma casa para morar. Agora estão querendo aluguel social?”, questionou. “Quem mora por perto não vai querer denunciar essa situação. Não quero me envolver, mas não posso deixar pessoas aproveitarem a ocasião, enquanto muitos precisam de verdade”, continuou.

Um morador da comunidade destaca que o espaço seria destinado às crianças do bairro.

- Famílias que já possuem moradia própria estão invadindo a creche abandonada. Isso não pode acontecer, pois estamos aguardando a reforma do local. Muitas mães ainda esperam pela ativação do espaço, e procuram por uma vaga para seus filhos.

No mesmo bairro, o problema se repete. No final da Rua Gaspar Gonçalves, divisões em um terreno que seria da prefeitura já dão indícios de uma nova apropriação, dessa vez, ao lado de uma quadra de esporte. De acordo com um popular, o local receberia uma creche, prometida há mais de dez anos.

- A qualquer momento vai iniciar a construção das casas. Em todo o terreno há marcações com madeiras, que podem “beneficiar” mais de 20 famílias. Se não resolver agora, o transtorno pode ser muito maior e pior nos próximos meses – disse.

Vale ressaltar que, nenhum entrevistado permitiu que a sua identidade fosse revelada, temendo represálias.

Questionada, a Prefeitura não se manifestou sobre o assunto até o fechamento desta edição.



Compartilhe:

Casando com Estilo



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior