Edição anterior (1422):
terça-feira, 02 de outubro de 2018
Ed. 1422:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1422): terça-feira, 02 de outubro de 2018

Ed.1422:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Mais de 300 pessoas participam da caminhada de encerramento da Semana da Mediação

A Caminhada pela Paz contou também com a Escola de Samba Guerreiros da Vinte

 

 

           A Semana da Mediação foi encerrada neste domingo (30.09) com um grande evento no Palácio de Cristal. Mais de 300 pessoas participaram da Caminhada pela Paz, que aconteceu nos arredores no Palácio, além da participação do Grupo Abadá de Capoeira e da Escola de Samba Guerreiros da Vinte. Em homenagem à Princesa Isabel, também foram plantadas no jardim do Palácio de Cristal, quatro camélias, que é o símbolo do Programa Petrópolis da Paz.

 

            “É uma emoção muito grande poder estar aqui no Palácio de Cristal celebrando a Semana da Mediação, que foi um sucesso. Plantamos hoje quatro pés de camélia, que o símbolo do nosso projeto, no local onde a Princesa Isabel tinha suas flores também. Estou muito feliz com o resultado” contou a coordenadora do Programa Petrópolis da Paz Elsie-Elen Carvalho, que plantou as camélias junto com o colaborador da Comdep, Carlos Antonio da Cruz.

            Após a caminhada, mais de 20 crianças e adolescentes participaram da apresentação de capoeira, do grupo do mestre Kako, que realiza trabalhos voluntários em comunidades do município. “Estamos muito felizes em estar aqui hoje, nosso grupo existe em mais de 80 países sem fins lucrativos. Demos uma palinha aqui do que é o nosso trabalho”, falou o mestre Kako.

            “Estamos vivendo um momento no país de muita vulnerabilidade. Precisamos celebrar e viver a paz. A vertente de mediação aborda muitas questões bacanas que temos que levar para vida”, ressaltou a diretora escolar Ana Maria Esteves Noel Theobald.

            A Escola de Samba Guerreiros da Vinte foi a última a se apresentar com direito a participação especial das passistas, porta-bandeira e da bateria da escola. “É importante para os participantes da escola participarem deste evento. Amplia o nosso conhecimento e assim somos vistos no município”, disse o presidente fundador da escola Juari Xavier da Silva. E ao som de muito samba, o evento foi finalizado com a coordenadora do projeto Elsie-Elen plantando as camélias no jardim.

            A Semana da Mediação, a primeira no município, contou com mais de dez palestras, com nomes renomados da área, acontecendo em instituições de ensino da cidade. Mais de mil pessoas passaram pelos auditórios que discutiram mediação escolar, empresarial, familiar, jurídica e comunitária.

Encontro Viva a Paz

No sábado (29.09) o coordenador de mediação Osmar Vargas, contou em uma roda de conversa o trabalho da ONG Viva Rio nas comunidades. O encontro aconteceu na Casa da Educação Visconde de Mauá. Segundo Osmar, hoje o Viva Rio conta com mais de 10 mil pessoas e atua com mais de 500 projetos em comunidades como Rocinha, Complexo da Maré, Alemão, Santa Martha entre outros.

“É importante que cada vez mais existam cursos de mediadores. Precisamos ter mediadores no território a ser trabalhado, pois o negociador precisa ter imparcialidade e credibilidade no local. A implantação da cultura de paz com a mediação é muito importante para a qualidade de vida da comunidade”, contou Osmar Vargas.



Edição anterior (1422):
terça-feira, 02 de outubro de 2018
Ed. 1422:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1422): terça-feira, 02 de outubro de 2018

Ed.1422:

Compartilhe:

Voltar:

Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior