Edição: quinta-feira, 08/03/2018
Compartilhe:

  Cidade

Mais funcionários  e maquinário da prefeitura no trabalho de reestruturação do Caxambu

Reforço no efetivo de trabalho tem o objetivo de devolver a normalidade ao bairro no menor prazo possível

Equipe de 50 homens, 10 caminhões e seis máquinas da prefeitura trabalham em todas as áreas do Caxambu atingidas pela cabeça-d’água de sábado passado. O total da força-tarefa que envolve ainda diversas secretarias para desobstrução e recomposição das ruas é de 80 homens. Na manhã desta quarta-feira (06.03), o prefeito Bernardo Rossi seguiu acompanhando a recomposição das ruas e acessos nas localidades Mata Banco e Três Pedras e ouvindo a demanda dos moradores para que toda a área retorne à normalidade o quanto antes. O aumento no efetivo tem o objetivo de restabelecer a escoação dos produtores rurais do bairro. As equipes da Secretaria de Obras e da Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep) também realizam a limpeza das barreiras que deslizaram nas ruas do local. 

“Reforçamos o efetivo no bairro com as equipes que trabalharam em Corrêas, Cascatinha e Bela Vista onde a limpeza já está sendo finalizada, e esperamos restabelecer o quanto antes a normalidade os produtores rurais e moradores do Caxambu”, afirma o prefeito Bernardo Rossi, que acompanha diariamente, desde domingo passado, o trabalho das equipes da prefeitura em todas as regiões atingidas no Caxambu. “Todos os esforços do governo são nesse sentido”, garante.   

O jardineiro Renato Farroco, de 30 anos, mora na região das Três Pedras e conta que uma equipe da Secretaria de Assistência Social fez o cadastro dele e da família. “O mais importante é que a gente consiga voltar a nossa rotina. O prefeito garantiu que esse é o objetivo da prefeitura e que por isso aumentou as equipes de trabalho na nossa região. Esperamos que isso aconteça no menor tempo possível”, disse.

Além do trabalho em campo, as equipes técnicas de Gestão Estratégica, Obras, Meio Ambiente e Defesa Civil fazem uma força-tarefa para consolidar, no menor tempo possível, e encaminhar ao Ministério da Integração Nacional diagnóstico das áreas afetadas no Caxambu e Bela Vista e que necessitam de ajuda do governo federal, em recursos, para serem recuperadas. As perdas materiais e o prejuízo com relação às plantações danificadas dos produtores rurais da região estão sendo levantadas pela equipe da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, por meio do Departamento de Agricultura.

"Desde de domingo, após a chuva, toda a prefeitura trabalha para dar uma resposta aos moradores dos locais atingidos. São diversas frentes de trabalho com esse objetivo", completa o prefeito.

Meio Ambiente e Inea avaliam o curso hídrico da região

Técnicos da Secretaria de Meio Ambiente e do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) iniciaram nesta quarta-feira (07.03) uma avaliação emergencial sobre o curso hídrico da região do Caxambu. O órgão estadual também vai autorizar uma intervenção emergencial dentro dos rios.

"A autorização vai permitir a retirada de lixo, árvores mortas e outros sedimentos de dentro do rio. Esse é o primeiro passo. Em outra frente, estamos trabalhando na criação de um projeto para reflorestar as áreas de preservação permanente nos leitos dos rios", explica Fred Procópio, secretário de Meio Ambiente.



Compartilhe:


Casando com Estilo



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior