Edição: quarta-feira, 04/07/2018
Compartilhe:

  Diário Comunidades

Moradores da Posse cobram melhorias para Estrada do Xingu

Natália Rodrigues


 Moradores do Loteamento do Sinésio, localizado no bairro Nossa Senhora de Fátima, distrito da Posse, denunciam a precariedade da Estrada do Xingu. Conforme relataram, a via que ainda é de chão, causa transtornos mesmo nos dias de tempo seco, especialmente devido à poeira.

A dona de casa Viviane Gomes Rosa mora há quase três anos na comunidade e se surpreende com a ausência de serviços da Prefeitura na região.

- Eu morava no Brejal, vim morar aqui há dois anos e meio quando me casei, mas minha sogra e os meus vizinhos contam que isso sempre foi assim. Quando chove não dá para sair de carro porque vira um escorrega. Os motoristas sofrem tentando colocar os seus carros na garagem, tarefa impossível nesses dias. E no tempo seco não é muito diferente, só escutamos os pneus derrapando pelo caminho e a poeira subindo e entrando em nossas casas – contou.

Viviane explicou que foi pessoalmente conversar com o responsável da regional da Prefeitura que atende a área, solicitando os reparos na estrada, mas foi informada que a máquina estava quebrada e melhorias seriam feitas no próximo ano.

- Fui tentar conseguir o asfaltamento, pois as demais ruas do bairro já foram asfaltadas, mas fui informada que talvez no verão do ano que vem, alguma coisa seria feita aqui, ou seja, nem certeza eu tive, ficou uma dúvida sobre isso. Queria que fizessem o serviço antes do final do ano, porque é uma época que chove bastante, esse ano mesmo ficamos vários dias sem poder sair de casa. A Prefeitura só manda a máquina aqui quando solicitamos – disse.

A moradora relata que cerca de 50 famílias vivem na região. Ela ainda sugere que a Prefeitura doasse o material para a população realizar mutirões e melhorar a estrada, uma tentativa de amenizar os transtornos.

 - Aqui infelizmente está difícil, queremos uma solução para nossa comunidade. São muitos idosos, mulheres com crianças ou grávidas que precisam andar um longo trecho, porque o transporte público também não passa por essa estrada. Tenho certeza que se a Prefeitura fizesse algo, isso mudaria ou então que ela doasse o material, como foi feito em uma rua próxima, onde os moradores se juntaram e cimentaram o lugar – falou.

Outro problema é o transporte escolar, de acordo com a dona de casa, o ônibus escolar cedido pela Prefeitura só anda nas vias asfaltadas da região. Nas estradas de chão, uma Kombi é disponibilizada para a realização desse serviço, mas por falta de espaço, apenas as crianças são transportadas.

- Aqui só vem uma Kombi, só que ela apenas faz o transporte das crianças, quando os estudantes aparentam ter uns 12 anos eles não levam. E é horrível ter que andar tudo isso no meio da lama para ir estudar – contou.

Questionada pelo Diário de Petrópolis, a Prefeitura informou que a equipe regional da Posse está estudando a melhor maneira de fazer a manutenção viária no Loteamento do Sinésio, que é uma estrada vicinal de difícil acesso para máquinas pesadas.

 Já a Secretaria de Educação disse que disponibiliza o transporte da Kombi  para uso restrito dos alunos da Escola Municipal Oswaldo Costa Frias, que está em obras, e que foram transferidos para o Ciep da Posse. Dois ônibus de pequeno porte estão disponíveis para atender o bairro Nossa Senhora de Fátima.

 



Compartilhe:


Casando com Estilo







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior