Edição anterior (1366):
terça-feira, 07 de agosto de 2018
Ed. 1366:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1366): terça-feira, 07 de agosto de 2018

Ed.1366:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Moradores do Neylor cobram construção de praça

Natália Rodrigues

Sem área de lazer para as crianças, moradores da Comunidade do Neylor, no Retiro reivindicam a reconstrução de uma praça e parquinho na localidade. De acordo com relatos, por falta de manutenção e devido às ações do tempo os brinquedos quebraram, restando apenas o espaço vazio.

O vigilante e assistente social Rogério Prandino informou que vários pedidos já foram feitos ao poder público, mas nada foi realizado até hoje.

- Não existe mais área de lazer na comunidade, sobrou apenas o cercado, fora isso, só tem uma quadra de futebol e fica em outro ponto bem distante desse local. Já teve uma praça, mas tudo foi quebrando e hoje em dia não tem mais nada – falou.

Rogério explicou que existia uma praça na comunidade, mas com o passar dos anos e sem manutenção, os brinquedos foram se deteriorando.

- Queremos que façam a pracinha no mesmo local. Temos que aproveitar todos os momentos de nossa vida e com relação às crianças não é diferente. Uma vez que as crianças ao brincarem na praça da comunidade estarão estimulando seus raciocínio lógico e interação com as outras crianças. Sem contar que se torna um ponto de encontro para jovens, adultos e idosos – disse.

O morador disse que tem lutado para conseguir a construção da área, para isso, ele criou até uma espécie de abaixo-assinado virtual.

- Venho por meio do abaixo-assinado, acionar a prefeitura e a Comdep para a criação de uma pracinha para as crianças do mesmo. Porque é triste ver essas crianças o dia inteiro sem ter onde brincar ou então ficar na rua o dia inteiro – falou.

Outra queixa é em relação à sinalização, falta uma placa indicando o ponto de ônibus próximo à escadaria localizada na entrada da comunidade. O vigilante relatou que fez pedidos à Prefeitura no final do mês de janeiro, mas até o momento não foi instalada.

- A placa que tinha aqui caiu há meses, se houvesse uma manutenção periódica, não haveria necessidade disso, mas como não tem e sofrendo ações do tempo ela acabou caindo, como tudo aqui na comunidade que não recebe a atenção devida – contou.

Procurada pelo jornal, a Prefeitura informou que a Comunidade do Neylor estava na programação da CPTrans da última semana para receber melhorias na sinalização, mas as condições climáticas impediram a execução do trabalho, que requer tempo firme para sua realização. O local permanece na programação da companhia, mas vale destacar que as intervenções ficam dependendo de tempo firme para serem realizadas.



Edição anterior (1366):
terça-feira, 07 de agosto de 2018
Ed. 1366:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1366): terça-feira, 07 de agosto de 2018

Ed.1366:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior