Edição: sábado, 14/04/2018
Compartilhe:

  Acidente

Número de acidentes no trânsito cai 16% no primeiro trimestre do ano

Neste ano, foram registradas 215 ocorrências na Sala de Trauma do Hospital Santa Teresa

Philippe Fernandes


 No primeiro trimestre deste ano foram realizados 215 atendimentos de pessoas em estado grave que sofreram acidentes de trânsito. Apesar do grande número de acidentes (a média é de 71 por mês e dois por dia), os índices são 16,34% menores do que os registrados no mesmo período do ano passado - quando foram realizados 257 atendimentos na Sala de Trauma do Hospital Santa Teresa, única unidade capacitada para receber pacientes em estado grave.

O tipo de acidente com a maior redução de um ano para o outro foi envolvendo automóveis. Nos três primeiros meses deste ano foram 72 atendimentos. No ano passado, o número foi 55% superior, de 112 casos. Acidentes com moto também tiveram queda neste ano: foram 114 casos em janeiro, fevereiro e março de 2018. No mesmo período de 2017, foram atendidos 124 pacientes. O único índice que teve aumento foi o número de atropelamentos.

A maioria dos atendimentos realizados pela Sala de Trauma do Hospital Santa Teresa foi proveniente do SUS. O Sistema Único de Saúde é responsável por 91% dos atendimentos referentes a acidentes de carro e moto, e 93% dos atropelamentos.

A maior parte das vítimas é formada por homens com idade entre 18 e 60 anos. No primeiro trimestre, foram 183 pessoas desta faixa etária atendidas. Do total, 18 tinham idade de até 18 anos; e 11, com 60 anos ou mais.

Março

A tendência de queda nos índices de acidente também foi considerada quando se analisa apenas o terceiro mês do ano. Em março de 2018, a Sala de Trauma do HST realizou 63 atendimentos - 34,37% a menos do que em março do ano passado, quando foram atendidas 86 pessoas.

Em março houve mais de um acidente de moto por dia, em média: 37 casos. A Sala de Trauma atendeu, ainda, 14 pessoas que se envolveram em acidentes de carro e 11 vítimas de atropelamento. A maioria dos casos envolveu homens, com idade entre 18 e 60 anos.

Houve uma redução dos índices, também, na comparação com fevereiro. No segundo mês do ano, houve 41 acidentes de moto e 21 acidentes de carro. O único índice que teve aumento em março foi o de atropelamentos, que havia sido de oito no mês anterior ao da última pesquisa.

Outros índices

Entre os outros atendimentos realizados pela Sala de Trauma do Hospital Santa Teresa, o número de quedas se destaca. Foram 26 casos, sendo 14 envolvendo homens com idade entre 18 e 60 anos.

Seis pessoas foram levadas ao Hospital Santa Teresa, oriundas do SUS, após sofrer lesão por arma de fogo. Houve um caso de agressão, e não houve registros, em março, de acidentes por queimaduras, linhas de pipa ou lesão por arma branca.

A maior parte dos atendimentos veio do Corpo de Bombeiros: 83 casos. Em 14, as vítimas foram levadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e seis pela Concer.



Compartilhe:

Casando com Estilo



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior