Edição anterior (1425):
sexta-feira, 05 de outubro de 2018
Ed. 1425:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1425): sexta-feira, 05 de outubro de 2018

Ed.1425:

Compartilhe:

Voltar:


  Obras

Obra do PAC Encostas no Morin é retomada

Trabalho acontece na Rua Eugênio Werneck, que vai receber uma barreira dinâmica e cortina atirantada

O PAC Encostas está sendo retomado em Petrópolis. A obra de contenção na Rua Eugênio Werneck, no Morin, já tem 12 funcionários trabalhando para seguir com a instalação de uma barreira dinâmica e uma cortina atirantada. Nesta quinta-feira (04.10), o prefeito Bernardo Rossi esteve no local, quando começou a movimentação para a construção do muro que vai ajudar a conter possíveis deslizamentos de pedras.

A obra faz parte do lote 3 do programa, que representa um investimento de R$ 60 milhões pelo governo federal em 14 intervenções. Para a retomada, a prefeitura precisou fazer a devolução de R$ 11,8 milhões que foram arrestados para o pagamento de funcionalismo em dezembro de 2016 (último mês do governo passado) e quitar dívidas que não foram honradas pela administração anterior no mesmo ano.

“O mais importante é poder voltar com essas obras, que serão fundamentais para dar segurança e salvar milhares de vidas. Esse trabalho jamais poderia ter sido deixado de lado e, por isso, desde o início da gestão, a prefeitura trabalhou de forma intensa para que o PAC Encosta pudesse voltar, o que está acontecendo agora”, disse o prefeito Bernardo Rossi.

Na Eugênio Werneck, a barreira dinâmica terá 60 metros de extensão e 3,5 metros de altura. O muro de contenção também terá 60 metros e a estrutura de ferro já está sendo posicionada para isso. Além disso, quatro tirantes (de um total de 60) já foram colocados, todos com profundidade que variam de oito a 12 metros.

Para a sequência dos trabalhos, mais de 18 funcionários serão contratados pelo Consórcio Construir, responsável por todas as obras do lote 3. Dessa forma, será possível abrir duas frentes de atuação.

“É uma obra de extrema importância para uma cidade que luta constantemente com a questão das encostas. O município tem 234 áreas de risco alto ou muito alto e as obras de contenção são é extremamente necessário para a população. Por isso, a prefeitura também já está mobilizando os trabalhos na Rua Brigadeiro Castrioto (Bairro Esperança)e Rua Amaral Peixoto (Quitandinha), além das demais obras do PAC Encostas”, afirmou o secretário de Obras, Ronaldo Medeiros.

O PAC Encostas só teve duas obras concluídas até aqui: no Vale do Carangola (barreira dinâmica e cortina atirantada) e na Rua Capitão Paladini, São Sebastião (barreira dinâmica).

Das demais, três intervenções do lote 1 estão próximos de 80% de conclusão – Rua Casemiro de Abreu (Floresta), Rua Antônio Soares Pinto (Centro) e Rua Alexandre Fleming (São Sebastião). Ainda integra esse lote, de responsabilidade da Civil Master, a obra da Rua Henrique Paixão (Floresta).

As obras do lote 2 são realizadas pela Erwil no Rua Atílio Marotti (Floresta), Rua Brigadeiro Castrioto (Floresta) e Comunidade do Neylor (Retiro).

Já o lote 3 é feito pelo Consórcio Construir com intervenções Comunidade dos Ferroviários (Alto da Serra), Alto Bataillard (Mosela) e Rua Amaral Peixoto (Quitandinha). Apenas na Comunidade do Veludo (Bingen), o trabalho ainda não teve início.



Edição anterior (1425):
sexta-feira, 05 de outubro de 2018
Ed. 1425:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1425): sexta-feira, 05 de outubro de 2018

Ed.1425:

Compartilhe:

Voltar:

Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior