Edição: quinta-feira, 08/03/2018
Compartilhe:

  Obras

Obras do CIE do Caxambu entram na fase final

Falta, agora, apenas pintura dos pisos das quadras esportivas

 

As obras de construção do primeiro Centro de Iniciação Esportiva (CIE) de Petrópolis entraram em sua reta final. O CEI fica no Caxambu, local onde, sábado, houve estragos ocasionados pelas chuvas. Mas, as obras prosseguem e estão entrando na fase final. Após o acabamento dos cômodos (vestiários, banheiros e salas), como pintura e instalação de pias, torneiras e portas, os serviços partem, agora, para a pintura do piso das quadras esportivas.

“A presença do poder público está garantida no Caxambu, recompondo os acesos destruídos pelas chuvas e o compromisso com os jovens e crianças, maior público beneficiado com o CIE, está mantido. Queremos que o Centro seja exemplo no país”, aponta o prefeito Bernardo Rossi.

A construção foi retomada logo no início do governo, quando o prefeito Bernardo Rossi determinou o pagamento de uma dívida de R$ 60 mil que paralisou a obra em 2016 O pagamento permitiu a sequência do investimento de R$ 3,2 milhões (com mais R$ 703 mil de contrapartida do município).

“Nós temos feito bastante esforço para manter os investimentos que o município conquistou e que estavam sendo paralisados por má gestão do governo passado. E é por isso que estamos vendo essa obra avançar tão bem. Esse é o nosso compromisso com a população, ter seriedade com o dinheiro público para que a nossa cidade possa crescer”, disse o prefeito.

O CIE ocupa uma área de 1,6 mil m² ao lado da Escola Municipal Senador Mário Martins. Ela vai ser usada para fomentar a prática de atividades físicas, com acompanhamento de profissionais de educação física. O espaço vai abrigar, inicialmente, 12 modalidades esportivas, como futsal, vôlei, basquete, handebol, modalidades de luta e ainda dança. Até o mezanino vai ter utilidade esportiva.

“Vamos usar muito essa parte de cima para esportes como judô, jiu-jitsu, caratê, taekwondô, esgrima e luta. Em dias de competições, os tatames podem ser desmontados para esse espaço possa receber torcedores. Já a quadra terá a medida máxima internacional, 40 m x 20 m. Podemos realizar até duas ou três modalidades ao mesmo tempo”, explica o superintendente de Esporte e Lazer, Hingo Hammes.

O CIE do Caxambu será adaptado para pessoas com deficiência. Além do elevador que dá acesso ao mezanino, a arquibancada também tem espaço destinado para quem usa cadeira de rodas. Em cada lado, há banheiros comuns e adaptados. Para os atletas, há quatro vestiários, sendo dois comuns e dois adaptados (um para cada sexo). Além disso, também há uma sala administrativa, uma sala de professor, uma sala médica, uma copa e um almoxarifado para guardar os equipamentos esportivos (como traves e tabela de basquete).

O CIE do Caxambu deve atender mais de 500 crianças e jovens de seis a 18 anos. A obra é realizada pela empresa Darwin Engenharia.

 

Prefeitura apresenta Plano de Gestão do CIE

A prefeitura apresentou ao Ministério do Esporte o Plano de Gestão do CIE. “Com o Plano de Gestão, cumprimos aquilo que foi determinado pelo Ministério do Esporte, que vem sendo um grande parceiro nosso”, afirma o superintendente de Esportes, Hingo Hammes.

O Ministério do Esporte já havia aprovado, em setembro do ano passado, o Programa Segundo Tempo (PST) em cinco bairros da cidade: Caxambu, Morin, Mosela, Bingen e Valparaíso. O projeto vai atender 500 crianças e adolescentes da cidade. A intenção da prefeitura é utilizar o espaço para as atividades do projeto.

“A ideia é oferecer as atividades do Programa Segundo Tempo no CIE, aproveitando a excelente estrutura do local. Será mais um grande benefício para os jovens do Caxambu”, explica Hingo, lembrando ainda que o apoio do Ministério do Esporte vem trazendo uma série de benefícios para o setor na cidade.

“Temos quase 50 quadras comunitárias em todo município e nove serão reformadas. Outras duas tiveram obras retomadas por determinação do prefeito Bernardo Rossi. O esporte de Petrópolis vive um novo momento, está avançando e agora terá um impulso ainda maior”, completa Hingo.



Compartilhe:

Casando com Estilo



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior