Edição: quinta-feira, 04/01/2018
Compartilhe:

  Cidade

Petrópolis é selecionada para ter escola técnica do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural

O município foi classificado para dar continuidade no projeto e receber recursos do Banco do Brasil

 

Petrópolis se prepara para receber um polo técnico do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). O município foi classificado pelo Banco do Brasil para receber R$ 400 mil para adaptação de um espaço no hortomercardo municipal, onde deverá ser instalado o Senar, após apresentação de um projeto de instalação de uma unidade. A intenção é promover a capacitação dos produtores e seus familiares, uma vez que a agricultura é um dos setores de destaque em Petrópolis: cerca de 800 famílias vivem da produção rural na cidade em áreas no distrito da Posse, Jacó, Caititu, Vale das Videiras, no Brejal, Taquaril, Secretário, Bonfim e Caxambu.

“Petrópolis vai ser a primeira cidade da região serrana a ter uma unidade classificada para ter uma escola técnica. Agora a equipe do departamento de Agricultura vai continuar os trâmites. A Coordenadoria de Gestão Estratégica também participou desse processo, com a criação do projeto arquitetônico”, afirmou o prefeito Bernardo Rossi.

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, desde novembro do ano passado, o assunto tem sido discutido com os produtores rurais. “Agora, subimos o primeiro degrau e vamos seguir todos os trâmites. Avançamos na parceria junto à agricultura e a vinda do Senar mostra todo o nosso empenho no apoio aos agricultores familiares, uma das vertentes econômicas do município. Investir na capacitação desses produtores é mais um passo para o desenvolvimento. Ano passado já avançamos com o aumento na compra de produtos para a merenda das escolas, todos oriundos da agricultura familiar, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

De acordo com o diretor do Departamento de Agricultura, a escola do Senar vai ajudar na diminuição da evasão do campo. “Fizemos um estudo junto aos agricultores e percebemos que a evasão dos jovens que sobrevivem do campo é grande. A escola técnica vai não só a qualificar a mão de obra, mas, também, aumentar a qualidade dos alimentos produzidos e comercializados na nossa cidade”, contou.

Orpheu Rabello, gerente de relacionamento do Banco do Brasil disse que um grupo de trabalho será formado com integrantes do BB e da prefeitura. “A intenção do Banco foi a de dar destaque a Petrópolis nesse processo de seleção de projetos. O Banco reconhece a evolução da atual gestão municipal. Por isso, um grupo de trabalho será formado para viabilizar o cumprimento das próximas etapas desse processo para a liberação da verba. Será um trabalho em conjunto do BB com a prefeitura”.

Cursos gratuitos

Os cursos oferecidos pelo Senar são gratuitos. O SENAR foi criado pela Lei nº 8.315, de 23/12/91, é uma entidade de direito privado, paraestatal, mantida pela classe patronal rural, vinculada à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA e administrada por um Conselho Deliberativo tripartite. Integrante do chamado Sistema S, tem como função cumprir a missão estabelecida pelo seu Conselho Deliberativo, composto por representantes do governo federal e das classes trabalhadora e patronal rural.

O SENAR oferece atividades de Promoção Social, Ensino Técnico de Nível Médio, presencial e a distância, e com um modelo inovador de Assistência Técnica e Gerencial. Atualmente o SENAR atende, gratuitamente, mais de 3 milhões de brasileiros do meio rural, todos os anos. Um dos cursos oferecidos é o de Técnico em Agronegócio: curso técnico com duração de 4 semestres, na modalidade a distância com carga horária de 1.230 horas, sendo 20% destinada a encontros presenciais. O curso é totalmente gratuito ideal para jovens e adultos que vivem e trabalham no campo.



Compartilhe:


Casando com Estilo







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior