Edição: domingo, 05/11/2017
Compartilhe:

  Incêndio

Petrópolis registra 216 incêndios florestais em período crítico de estiagem

 

Os dados do Corpo de Bombeiros mostram que o número supera o total de registros em 2016

Lívia Müller – Especial para o Diário

Os incêndios florestais aumentaram consideravelmente este ano em Petrópolis. De janeiro a outubro deste ano foram 261 ocorrências, que correspondem a aproximadamente 250 hectares queimados. No período mais crítico da estiagem – de julho a outubro – houve uma crescente de 170% dos registros em relação ao ano passado. Foram 216 casos comparados aos 80 de 2016. Apenas no mês de setembro foram 110. O número do quadrimestre já é maior que os registros dos 12 meses de 2016 e de 2015. Em 2014 foram 256 casos.

Dados do 15º Grupamento do Corpo de Bombeiros (GBM) apontam que no período crítico de estiagem do ano passado aconteceram 80 incêndios florestais. Em todo ano foram 150. O ano de 2015 contabilizou 135 casos, sendo 182 em todo ano. Já em 2014 aconteceram 179 durante os quatro meses de estiagem intensa e 256 mo total dos 12 meses.

De acordo o comandante do 15º GBM, Tenente-Coronel Ramon Camilo de Barros, nos meses de julho à outubro os incêndios florestais são mais intensos. Este ano foram 25 ocorrências em julho, 38 em agosto, 110 em setembro e 43 em outubro. Os dois mais difíceis de serem combatidos foram registrados em Secretário e no km13 da BR 495 na localidade do Taquaril, que fica no distrito da Posse. “Esses exigiram mais atenção dos bombeiros, pois poderiam propagar e tomar proporções muito grandes”, disse o comandante.

Sobre os motivos das queimadas e prejuízos o comandante destaca a preservação.  “Acreditamos que, em tese, tenha origem urbana, porém ressalto a necessidade de uma investigação para apurar a autoria desses incêndios florestais, pois devasta o bioma local. A destruição da flora e fauna, mananciais de água, dentre outros, afetam sobremaneira a vida ambiental”, garante.

Camilo ainda aponta ações que devem ser realizadas para conscientização da gravidade dos danos.

- Evitar limpeza de pasto utilizando a prática da queimada, não queimar o lixo comum, muito menos o orgânico, não fazer fogueira próximo de matas e florestas, não jogar a ponta do cigarro próximo de matas e florestas, não soltar balões. Políticas públicas preventivas são essenciais para conscientização. Ou seja: campanhas publicitárias, distribuição de cartilhas e panfletos, ações inibidoras como fiscalização dessas áreas através dos órgãos ambientais, notificando e responsabilizando àqueles que foram identificados como autores desse dano gravíssimo ao meio ambiente.

Este ano, a Secretaria de Defesa Civil colocou em prática o Plano Inverno, que orienta e traça um plano de contingência para o combate aos incêndios florestais que atingem Petrópolis no período de estiagem. Sobre a iniciativa o comandante diz.

- O envolvimento de várias agências e importante na atuação direta e indireta de qualquer desastre que venha afetar uma região. O 15° GBM Petrópolis, coordenou as diversas operações de Combate à Incêndio Florestal e conseguimos juntos lograr êxito. O Plano Inverno ajudou na mobilização de recursos humanos e matérias, o sincronismo com outras organizações.

 FOGO EM VEGETAÇÃO

15º GBM

JAN 6 JAN 3 = 9

FEV 7 FEV 1 = 8

MAR 0 MAR 1 = 1

ABR 2 ABR 5 = 7

MAI 4 MAI 2 = 6

JUN 11 JUN 3 = 14

JUL 6 JUL 19 = 15

AGO 8 AGO 30  = 38

SET 69 SET 41 = 110

OUT – 21 OUT – 22 = 43

 

FOGO EM VEGETAÇÃO registrado pelo 15º GBM – PETRÓPOLIS

(A TABELA NÃO APONTA OS DADOS DO 2 DESTACAMENTO DE BOMBEIROS )                                                                                                                                                                          

              JAN - FEV- MAR - ABR -  MAI – JUN  - JUL – AGO – SET –OUT – NOV -  DEZ - TOTAL

2011     1   19     1 - 4      1            5            39          63          71          13          4              2            223

2012     5  11      11 - 2    4            11          9            12          43          36          0              3            147

2013     8  5        1 -2       4            1            7            26          13          5            6              5            83

2014     11 -20   14 -       2            8            11          10          22          80          67              7 - 4      256

2015     17 - 7    3 - 3      4            8            29          38          30          38          2              3            182

2016     5 - 2      5 - 29    5            6            42          15          14          9            8              10          150

2017     6 - 7      0 - 2      4            11          6            8            69          21                                      261

até o momento             



Compartilhe:



Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior