Edição: terça-feira, 09/01/2018
Compartilhe:

  Cidade

Preço da gasolina em Petrópolis é 12% mais caro que média nacional

 Combustível fechou o ano com média de R$ 4,61 em Petrópolis, segundo pesquisa da Agência Nacional do Petróleo

Philippe Fernandes

A última pesquisa realizada pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) em 2017 mostrou que o preço médio da gasolina em Petrópolis ficou em R$ 4,61 no final do ano passado. A pesquisa foi feita no dia 29 de dezembro. Nos postos da cidade, a variação continuou sendo de 50 centavos: de R$ 4,29, em três postos; até R$ 4,79, registrado em seis estabelecimentos. A pesquisa da ANP foi realizada em 18 postos de todas as regiões da cidade. O valor é 12% superior à média nacional: o litro da gasolina custa, no país, R$ 4,09.

O menor preço foi registrado em três postos: o Regente, que funciona na Rua Coronel Veiga; o Auto Posto Coronel Veiga e o Auto Posto Pio Monte, no Quissamã. As três unidades registraram preço de R$ 4,29 pelo litro da gasolina. Já o valor mais caro foi encontrado em seis postos: Barenco & Coelho e Mercalub (ambos na Posse); o Barenco & Coelho de Pedro do Rio; os dois postos Dumas & Damião, em Corrêas e o Auto Posto Vale do Samambaia. Todos estes postos tinham valor de R$ 4,79.

Quando a análise é feita pelos bairros, o Quissamã aparece na frente, com valor de R$ 4,29 - no entanto, apenas um posto da região foi analisado. Em seguida, vem o Centro, com preço médio de R$ 4,38. Nas demais regiões, o valor do litro da gasolina é um pouco mais caro: R$ 4,62 em Itaipava; R$ 4,71 em Corrêas; R$ 4,72 em Araras; e R$ 4,79 na Posse e em Pedro do Rio.

Mais uma vez, postos sem bandeira tiveram o preço mais baixo. No dia 29 de dezembro, foram seis unidades de abastecimento independentes, com média de R$ 4,54. O mesmo valor foi registrado nos dois postos Shell, com uma curiosidade: a rede tem o menor valor de toda a cidade (no Auto Posto Coronel Veiga) e o maior (no Auto Posto Vale do Samambaia). Em seguida, vem a rede Petrobras, com quatro unidades pesquisadas e média de R$ 4,62. A rede Ipiranga, com três unidades analisadas, tem valor semelhante: R$ 4,63. A Ale ficou com o preço mais caro no final de 2017: R$ 4,75 pelo litro da gasolina.

Brasil

O preço da gasolina em Petrópolis continua sendo mais caro do que a média nacional, de acordo com a pesquisa de preços da ANP. Em 2017, o valor médio do combustível em todo o país foi de R$ 4,09 – em Petrópolis, o preço médio de R$ 4,61 é 12% superior. Para se ter uma ideia, o valor praticado em Petrópolis é mais alto do que quase todas as capitais do Brasil – apenas Rio Branco (AC) tem preço médio maior, de R$ 4,77. Na cidade do Rio de Janeiro, o custo é de R$ 4,53.

Os reajustes nos preços de combustível passaram a ser mais frequentes a partir da nova política da Petrobras, adotada em julho do ano passado. Com a intenção de adequar às variações do mercado, os preços tiveram valor alterado diariamente, em alguns casos, nas refinarias. Segundo o site Valor Online, a gasolina já acumulou alta de 30,03%.

Valor mais alto da região

O valor médio da gasolina também é superior ao de cidades próximas a Petrópolis, pesquisadas pela ANP no final de 2017. Em Três Rios, onde oito postos foram pesquisados, o preço médio da gasolina é de R$ 4,59. Em Nova Friburgo, onde 14 postos foram analisados, o custo é de R$ 4,54. Em Magé, que faz divisa com Petrópolis, o preço é ainda menor: R$ 4,48. O valor médio da gasolina em Petrópolis também é muito superior ao praticado em Juiz de Fora (MG), que tem média de R$ 4,24 pelo litro do combustível.



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior