Edição: terça-feira, 05/12/2017
Compartilhe:

  Economia

Preço do gás de cozinha tem novo reajuste

O último aumento foi aplicado no início de novembro deste ano

Leticia Knibel - leticia.knibel@diariodepetropolis.com.br

 

O preço do gás liquefeito de petróleo para uso residencial fica mais caro a partir de hoje (5), é o que informa a Petrobras. De acordo com a empresa, o aumento no valor do gás de cozinha, de até 13 kg, pode chegar a 8,9%.

Segundo a Petrobras, o reajuste foi provocado “pela alta das cotações do produto nos mercados internacionais que acompanham a alta do Brent – tipo de petróleo que é referência mundial”. Além disso, o aumento foi aplicado sobre os preços já praticados, sem incidência de tributos.

Caso seja repassado integralmente ao consumidor, o preço do botijão de GLP P-13 pode sofrer acréscimo de 4%, em média, ou seja, aproximadamente R$ 2,53 por produto comprado. “Isso se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos”, destaca a empresa em nota aberta a imprensa.

Vale ressaltar que no último sábado (2), o preço do gás vendido para fins comercial e industrial também teve reajuste de 6,3%.

A redação do Diário de Petrópolis entrou em contato com uma distribuidora da Supergasbrás em Petrópolis e foi informada que ainda não foi divulgado o valor do reajuste tanto para compra quanto para venda do gás de cozinha pela companhia. Apesar de já ter sido notificada pela Petrobras, a distribuidora deve anunciar hoje a alteração nos preços, devendo ser repassado aos consumidores somente na quarta-feira (6).

Sendo que é importante lembrar que o último reajuste feito pela Petrobras foi no último dia 5 de novembro. A empresa ainda informa que as próximas mudanças nos valores do GLP voltado ao segmento residencial nas refinarias estão sendo divulgadas também pelo site da companhia www.petrobras.com.br.

 

 

 

 

 

 



Compartilhe:




Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior