Edição: terça-feira, 28/11/2017
Compartilhe:

  Cidade

Prefeito acompanha dragagem de rio na Mosela

 Após remoção de mais de mil toneladas de sedimentos próximo ao Palácio de Cristal, programa “Rio Limpo” continua em outro ponto do Piabanha

O prefeito Bernardo Rossi acompanhou nesta segunda-feira (27.11) o avanço do programa “Rio Limpo”, que faz parte do Plano Verão. Após retirar mais mil toneladas de areia, terra e lixo próximo ao Palácio de Cristal, a dragagem do Rio Piabanha continuou pela Mosela. O início do trabalho pelo bairro aconteceu próximo à Escola Municipal Salvador Kling.

O programa é realizado pela Secretaria de Obras com a Comdep, Secretaria de Meio Ambiente e Águas do Imperador. A dragagem de rios foi autorizada pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e vai passar ainda pelos rios Palatinato e Quitandinha.

“Esse é um serviço essencial para evitar alagamentos na cidade. Estamos na preparação para o período chuvoso e a limpeza dos rios tem um papel fundamental. Por isso, começamos a fazer este trabalho e já estamos no segundo ponto do rio Piabanha”, disse o prefeito Bernardo Rossi.

O assoreamento pode acontecer muitas vezes de forma natural, com os sedimentos sendo arrastados pelo vento ou pela água. Porém, na Mosela, além da terra e do lixo verde, também foi possível encontrar lixo como um tapete e uma chaleira, que foram retirados com uma retroescavadeira e um caminhão. Dois funcionários auxiliaram fazendo a remoção manual do mato e de pedras. Para o trabalho, um agente da CPTrans ajudou na orientação do trânsito.

De acordo com os moradores, há mais de 20 anos não havia limpeza do rio no bairro. “Toda chuva que acontece, deixa a rua alagada. E a gente percebe a falta que esse serviço faz. O assoreamento não dá fluxo para a água e aí, quando o rio transborda, a água vai direto na minha casa”, afirmou o aposentado Arnaldo Almeida, que mora bem próximo ao ponto inicial do trabalho na Mosela.

O Plano Verão é um conjunto de atividades de prevenção e de respostas para casos de deslizamentos de terra, inundações, rolamentos de blocos rochosos, vendaval e tempestades de raio. O objetivo é minimizar os efeitos da chuva e otimizar o atendimento em caso de ocorrências. O programa Rio Limpo faz parte deste planejamento, mas a limpeza já vem acontecendo permanentemente de forma manual pela Comdep durante todo ano.

O início do trabalho na Mosela foi acompanhado também pelo vice-prefeito Baninho, pelo secretário de Obras, Ronaldo Medeiros, e pelo presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor.



Compartilhe:


Casando com Estilo







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior